Passando um Trotsky

fb.com/p1trotsky

A Onda Vermelha

O Partido dos Trabalhadores recentemente divulgou, no Facebook, a marca das 100 mil curtidas em sua página. Empolgado, nomeou o fenômeno da multiplicação dos likes como #OndaVermelha.

A imagem de uma grande onda do mar tingida em escarlate fazia fundo ao gráfico em barras que comparava a quantidade dos likes do PT com os de outros partidos.

A cor vermelha causou incerteza entre alguns usuários das redes. Seria água do mar ou o sangue das dezenas de milhares de vítimas de homicídios registrados no país nos últimos anos?

P1T não teve dúvidas, captou el concepto da Onda Vermelha e, com seus 114 mil likes e tradição revolucionária, surfou com o PT (agora com 121 mil curtidas) em seu próprio gráfico, a fim de empolgar essa militância com sangue nos olhos — e nas mãos.

1900455_596001763819536_1818838487_o

Confira e compartilhe a publicação do Facebook.

Conheça Enriquinho

Na última semana, circulou no Facebook a biografia de Rigoberto, rapaz fartamente amparado e financiado pela família, que se posiciona contrário ao Bolsa-Família e demais programas sociais — a seu ver, “não se deve dar o peixe, mas ensinar a pescar” (esqueceram de ensinar Rigoberto a pescar outro argumento que não um clichê).

Acontece que Rigoberto tem um amigo da época do escola, Enrique, o qual, ao contrário dele, passou no vestibular de uma universidade pública (Rigoberto tem a mensalidade de sua faculdade particular paga pelo pai).

P1T localizou Enriquinho e tem agora o prazer de apresentar aos leitores da Reaçonaria a trajetória deste cidadão altruísta e com consciência social.

Enriquinho