Trump escolheu os países errados? Não é bem assim.

72 terroristas condenados vieram de um dos sete países temporariamente bloqueados

De acordo com as informações compiladas por uma comissão do Senado americano, pelo menos 72 pessoas condenadas por crimes relacionados ao terrorismo desde os ataques de 11 de setembro de 2001 eram provenientes de algum dos sete países relacionados na ordem executiva de Donald Trump sobre imigração.

Em junho de 2016, a Subcomissão do Senado para Imigração e Interesse Nacional divulgou um relatório sobre pessoas condenadas em casos de terrorismo desde 2001. Usando fontes públicas, porque a administração Obama se recusou a prover registros oficiais, constatou-se que eram estrangeiros 380 dos 580 condenados pela Justiça no período, por terrorismo. Foi feita uma lista contendo o nome dos criminosos, data da condenação, filiação a grupo terrorista, acusações criminais, pena, estado de residência e histórico de imigração.

A partir desses dados, o Center for Immigration Studies (CIS), uma entidade independente que faz pesquisas sobre imigração para os Estados Unidos, encontrou 72 indivíduos condenados por terrorismo cujo país de origem está na lista da ordem executiva de Trump: Iêmen, Irã, Iraque, Líbia, Síria, Somália e Sudão. Os pesquisadores do Senado não conseguiram obter informações completas sobre cada terrorista. Portanto, é possível que mais terroristas sejam originários desses países.

Os números por país são os seguintes:

Somália 20
Iêmen 19
Iraque 19
Síria 7
Irã 4
Líbia 2
Sudão 1
Total 72

Pelo menos 17 desses indivíduos chegaram à América como refugiados. Três entraram com visto de estudante e um com passaporte diplomático. 25 desses imigrantes se tornaram cidadãos americanos. Dez tinham permissão legal permanente de residência e quatro eram imigrantes ilegais.

Trinta e três foram condenados por crimes graves, como uso de uma arma de destruição em massa, conspiração para cometer um ato de terrorismo, apoio material a um terrorista ou a um grupo terrorista, conspiração para lavagem internacional de dinheiro, posse de mísseis ou explosivos e posse ilegal de arma automática.

Seguem alguns dados da lista dos 72 terroristas.

Nome País
de origem
Organização
terrorista
Issa Dorch Somália Al-Shabaab
Basaaly Saeed Moalin Somália Al-Shabaab
Ahmed Nasir Taalil Mohammud Somália Al-Shabaab
Mohamed Mohamed Mohamud Somália Al-Shabaab
Mohamed Osman Mohamud Somália Al-Qaeda
Siavosh Henareh Irã Hezbollah
Mahamud Said Omar Somália Al-Shabaab
Manssour Arbabsiar (aka Mansour) Irã Qods Force (Iranian Islamic Revolutionary Guard
Corps (IRGC)
Mohanad Shareef Hammadi Iraque Al-Qaeda in Iran (AQI)
Ahmed Hussein Mahamud Somália Al-Shabaab
Ahmed Abdulkadir Warsame Somália Al-Shabaab, Al-Qaeda in the Arabian Peninsula
Waad Ramadan Alwan Iraque Al Qaeda in Iraq (AQI)
Nima Ali Yusuf Somália Al-Shabaab
Mohamud Abdi Yusuf Somália Al-Shabaab
Amina Farah Ali Somália Al-Shabaab
Hawo Hassan Somália Al-Shabaab
Omer Abdi Mohamed Somália Al-Shabaab
Mohamed Mustapha Ali Masfaka Síria Holy Land Foundation for Relief and Development
Pirouz Sedaghaty Irã Al-Haramain Islamic Foundation
Abdel Azim El-Siddig Sudão Islamic American Relief Agency
Abdow Munye Abdow Somália Al-Shabaab
Ali Mohamed Bagegni Líbia Islamic American Relief Agency
Ahmad Mustafa Iraque Islamic American Relief Agency
Zeinab Taleb-Jedi Irã Mujahideen-e-Khalz (MEK)
Mohamed Al Huraibi Iêmen Hezbollah
Yehia Ali Ahmed Alomari Iêmen Hezbollah
Saleh Mohamed Taher Saeed Iêmen Hezbollah
Mohammed Ali Hasan Al-Moayad Iêmen Hamas
Mohammed Moshen Yahya Zayed Iêmen Hamas
Salah Osman Ahmed Somália Al-Shabaab
Mohammed Abdullah Warsame Somália Al-Qaeda
Wesam Al Delaema Iraque
Monzer Al Kassar Síria FARC
Emadeddin Muntasser Líbia Mujahideen-e-Khalz (MEK)
Nuradin M. Abdi Somália Al-Qaeda
Yassin Muhiddin Aref Iraque Ansar al-Islam
Saleh Alli Nasser Iêmen
Monassser Omian Iêmen
Sadik Omian Iêmen
Jarallah Wasil Iêmen
Elmeliani Benmoumen Iraque
Ahmed Hassan Al-Uqally Iraque
Abad Elfgeeh Iêmen Al-Qaeda and Hamas
Aref Elfgeeh Iêmen Al-Qaeda and Hamas
Ali Mohammed Al Mosalch Iraque
Omar Abdi Mohammed Somália
Rafil Dhafir Iraque
Numan Maflahi Iêmen Al-Qaeda
Ibrahim Ahmed Al-Hamdi Iêmen Lashkar-e-Tayyiba (LET)
Mukhtar Al-Bakri Iêmen Al-Qaeda
Enaam M. Arnaout Síria Al-Qaeda
Mohamed Albanna Iêmen
Nageeb Abdul Jabar Mohamed Al-Hadi Iêmen
Hussein Al Attas Iêmen Al-Qaeda
Mohadar Mohammed Abdoulah Iêmen Al-Qaeda
Nabil Al-Marabh Síria Al-Qaeda
Mohammed Husssein Somália Al-Qaeda
Mohammed Ibrahim Refai Síria
Omer Salmain Saleh Bakarbashat Iêmen
Hadir Awad Síria
Mustafa Kilfat Síria
Mohamed Abdi Somália
Kamel Albred Iraque
Haider Alshomary Iraque
Wathek Al-Atabi Iraque
Hatef Al-Atabi Iraque
Fadhil Al-Khaledy Iraque
Mohammed Alibrahimi Iraque
Haider Al Tamimi Iraque
Ali Alubeidy Iraque
Alawai Hussain Al-Baraa Iraque
Mustafa Al-Aboody Iraque

Fonte: http://cis.org/vaughan/study-reveals-72-terrorists-came-countries-covered-trump-vetting-order

Revisado por Maíra Pires @mairamacpires

2 comentários para “Trump escolheu os países errados? Não é bem assim.

  1. Diego

    BREAKING NEWS!!! DENÚNCIA GRAVÍSSIMA!!!

    Prezados da Reaçonaria,

    Gostaria de chamar a sua atenção de vocês referente ao caso #PizzaGate (Wikileaks – vazamento de dados dos e-mails de John Podesta, ex-chefe da campanha de Hillary Clinton), que está bombando em fóruns independentes (http://politz.com.br/forum/thread-183.html).

    Sei que as notícias referente ao vazamento de dados dos e-mails de Jonh Podesta e o caso Lolita Express(ambos relacionados a Pedofilia) não são novidades pra vocês, no entanto, três coisas me chamaram atenção e podem estar relacionados ao caso #PizzaGate, e portanto merecem a atenção da IMPRENSA INDEPENDENTE, e podem ter implicações bastante graves.

    Abaixo as três informações:

    1. A partir de 1º de janeiro, a prostituição de menores será legal na Califórnia. Projeto de lei SB 1322 incluiu descriminalizar o que é comumente chamado de “prostituição infantil” (tecnicamente não é legalizado, mas descriminaliza, logo, na prática terão os mesmos resultados).
    O projeto de lei do Senado 1322, que foi assinado em Lei pelo governador democrata Jerry Brown em setembro de 2016, entrou em vigor este ano.
    Esta legislação terrivelmente destrutiva foi escrita e aprovada pelos democratas progressistas que controlam o governo estadual da Califórnia.
    FONTE:
    http://www.washingtonexaminer.com/california-democrats-legalize-child-prostitution/article/2610540
    http://www.washingtontimes.com/news/2017/jan/4/california-law-decriminalizing-child-prostitution-/

    2. Califórnia prestes a aprovar o “Medical Pedophiles Protection Act”, que criminaliza jornalistas que denunciam abusos médicos de CRIANÇAS (projeto de Lei AB-1671). O projeto criminalizaria a publicação de imagens secretas que denúnciam crimes cometidos por médicos gravadas ilegalmente. “Segundo a AB 1671, um jornalista que recebe e afixar imagens de uma fonte anônima pode ser punido pelo Estado, bem como ser aberto possíveis processos cíveis. Os denunciantes não ficariam isentos, independentemente de como obtiveram a filmagem ilegal .”
    FONTE:
    http://www.naturalnews.com/054998_undercover_journalism_AB-1671_California_law.html

    3. Astro de Hollywood Elijah Wood declarou publicamente que Hollywood é comandada por uma elite de pedófilos poderosos.
    FONTE:
    http://www.neonnettle.com/news/1888-elijah-wood-hollywood-is-run-by-a-powerful-elite-pedophile-ring

    NOTA:
    1. Por que as três notícias estão relacionados com o caso #PizzaGates?
    Respondo: Existe uma campanha mundial oculta (por ora) para legalizar a pedofilia, para que casos, por exemplo PizzaGates, não sejam mais crime.
    (Lembrando, o homossexualismo também era um crime, a esquerda fez campanha para legalizá-lo, hoje até crianças são incentivadas a assumirem essa identidade)
    2. Lembrando, o comunismo prega a dissolução de valores familiares e cristãos, para que pessoas doutrinadas pela esquerda combatam os conservadores, cujo valores se opõe justamente ao comunismo (Veja o caso de Milo Yiannopoulos, que teve uma palestra sua cancelada violentamente em UC Berkeley)
    3. “Que significa ainda a propriedade e que significam as rendas? Para que precisamos nós socializar os bancos e as fábricas? Nós socializamos os homens” (Adolfo Hitler – http://pimentabilis.blogspot.com.br/p/hitler-e-o-nazismo-eram-de-direita-e.html)

    Abs.

    Responder
  2. Airton Martins

    Os hipócritas dos direitos humanos nos chamam de islamofóbicos e não são considerados americanofóbicos quando queimam a bandeira americana que representa os conservadores de qualquer país. A mídia esquerdista noticia que está havendo vários protestos contra a entrada de imigrantes, mas não informam que são na maioria países muçulmanos, interessante não é mesmo?

    Eles querem entrar à força e protestam contra, como se a casa da mãe Joana fosse deles. E o idiotas úteis gritam para serem exterminados quando o Islã se expandir na América. São Acéfalos intelectualmente. Deus nos proteja!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *