O aniversário de Karl Marx

No dia 5 de maio de 1818 nasceu um homem sonhador.
Ele olhou para os problemas de seu tempo e pensou “Está tudo errado! Há muita injustiça”. Ele era muito inteligente e estudioso, e concluiu que tudo se devia à desigualdade social. As sociedades mais ricas de então já tinham perdido bastante da relação com a eternidade e o divino,do sentido de permanência, trocando tudo pela realização material, mas ele foi além. Para ele o sentido da vida humana era a realização econômica e portanto toda a história da humanidade podia ser interpretada como esta busca pelos bens materiais, que gerava uma tensão, a luta de classes.

Com um amigo e financiador, concluiu que esta desigualdade nascia já no seio da família e que portanto o conceito de família deveria ser reformado. Ele achou que os pais ensinavam coisas erradas para os filhos e que então era função do Estado educar as crianças. Que era preciso ensinar os mais pobres para embutir neles o ódio revolucionário, e que disto nasceria um novo Éden que só se realizaria com o derramamento de sangue para esmagar as outras classes. Lamentou que existissem pobres que jamais despertariam para esta conscientização, e a eles chamou de “classe desprezível” (lumpenproletariat).(1) Por esta visão do homem como ser econômico, referiu-se aos mexicanos como incompetentes e preguiçosos e aos negros como incapazes(2). Disse também que a religião era a maior das desgraças, o ópio do povo (3), e que para destruí-la era antes necessário quebrar a estrutura econômica e todos os padrões sociais. Revolucionar.

As idéias deste sonhador se espalharam. No começo do século XX, dois de seus seguidores tentaram implementá-las num grande país agrícola e para tanto criaram uma superestrutura estatal para fazer o país avançar. A União Soviética sob Lênin e Stálin tornou-se um estado ateu que perseguiu cruelmente os judeus (4), os cristãos (5) e depois os muçulmanos (6). Avançou depois também sobre todos os estudos, mesmo os científicos (7), pois tudo deveria ser voltado para a implantação e manutenção do regime socialista. O resultado dessas políticas foi a desapropriação de terras dos fazendeiros (8) que, mais à frente, causaria um surto de famintos pelo país. Como o povo de uma das regiões vítimas de suas políticas resistiu por muito tempo, o governo reagiu impondo restrições a eles que geraram nova leva de famintos que levou a cerca de 7 milhões de mortos em pouco tempo, genocídio conhecido por Holodomor (9). Pela primeira vez na história humana, grandes impérios eram responsáveis pelo assassinato em massa planejado e executado contra seu próprio povo em tão grandes proporções: 20 milhões se contarmos com os ucranianos.

As revoluções inspiradas nas idéias desse cidadão se espalharam por outros países. Num país rico e próximo, seu ideal foi adaptado com uma transformação significante: enquanto o plano original do criador era de um movimento revolucionário internacional, sem fronteiras (“comunistas do mundo, uni-vos”), alemães adaptaram a parte revolucionária, de “destruição construtiva” e somaram aos conceitos de raça e nacionalismo que já estavam bem fortemente desenvolvidos entre eles. .O resultado foi uma tragédia que quase destruiu a Europa por completo…

Na China, país também baixamente industrializado, deu-se um movimento semelhante ao russo e isto levou a 65 milhões de pessoas diretamente assassinadas por essas políticas (10). No Cambodja (2 milhões), na Coréia (2 milhões), Etiópia, Afeganistão, Vietnã, Cuba… Por onde passaram e ocuparam o poder, os seguidores daquele sonhador deixaram um rastro de desgraça, ódio e mortos.karlmarx

Há 198 anos nascia Karl Marx, o maior pensador do socialismo e o grande inspirador das maiores atrocidades da humanidade. Na foto deste post ele faz o “V” da vitória porque, quase 200 anos depois e após tanta desgraça, ele ainda inspira muita gente, especialmente líderes políticos.

Karl Marx certamente não acreditava em Inferno. Não há justificativa maior para a existência de um lugar como tal do que abrigar eternamente em castigo a abominação histórica que foi Karl Marx.

(1) https://www.marxists.org/…/ManifestoDoPartidoComun…/cap1.htm
(2) http://www.wnd.com/2006/06/36692/
(3) https://www.marxists.org/…/works/1843/critique-hpr/intro.htm
(4) https://en.wikipedia.org/w…/Antisemitism_in_the_Soviet_Union
(5) https://en.wikipedia.org/…/Persecution_of_Christians_in_the…
(6) https://en.wikipedia.org/wiki/Islam_in_the_Soviet_Union
(7) https://en.wikipedia.org/…/Suppressed_research_in_the_Sovie…
(8) https://en.wikipedia.org/…/Collectivization_in_the_Soviet_U…
(9) http://reaconaria.org/…/holodomor-80-anos-de-um-terrivel-g…/
(10) https://pt.wikipedia.org/wiki/Grande_Salto_Adiante

 

Revisado por Maíra Adorno @mairamadorno

Loading...

2 comentários para “O aniversário de Karl Marx

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *