Lula e o Guarujá – De retirante a presidente e depois de ostentador a investigado

A cidade de Guarujá, no litoral paulista, foi cenário de importantes momentos da vida do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva. Com o avanço das investigações que apontam um milionário apartamento do ex-presidente em nome de uma construtora que desviou bilhões da Petrobras, ela passa agora a representar o início e o fim da carreira política de Lula.

Cronologicamente, a relação do ex-presidente com o Guarujá tem os seguintes momentos a destacar:

1978

Aristides Inácio da Silva é o pai de Lula e trabalhou no Porto de Santos. “Porto de Santos” é o nome do conjunto de estaleiros que fica nas duas margens do Canal de Santos: uma margem na cidade de Santos e outra em Vicente de Carvalho, distrito de Guarujá. Conta-se que Aristides morreu em 1978 enterrado como indigente em Vicente de Carvalho. Neste mesmo ano, Lula já era presidente do Sindicato dos Metalúrgicos e decolava politicamente em meio às consequências da greve na Scania iniciada em 12 de maio e que se contaria depois com a adesão de demais trabalhadores de montadoras do parque industrial do ABC.

2002

Lula é eleito presidente do Brasil. Em Vicente de Carvalho seu irmão João Inácio da Silva Neto ensaia iniciar uma carreira política se candidatando a vereador de Guarujá. Então balconista, ele não levaria a idéia adiante.

2006 

Em sua declaração de bens entregue à Justiça Eleitoral, Lula declara “Participação Cooperativa Habitacional Apartamento em construção no Guarujá, no valor de R$ 47.695”

2008

Lula batendo recordes de popularidade vai passar as férias no Forte dos Andradas, base militar localizada num paraíso ecológico. Germano Inácio da Silva, irmão de Lula e morador de uma favela de Guarujá, por três vezes tentou aproveitar a estadia do irmão famoso por lá para ter uma audiência com ele e, quem sabe conseguir uma ajuda. Lula negou receber seu irmão por três vezes.

2014 

Em 1o de julho, iniciam as reformas da cobertura 164-A do Edifício Solaris, então obra já assumida pela OAS e reservada para a família de Lula. Marisa Letícia vai pessoalmente algumas vezes ao apartamento acompanhar a obra e conhecer as instalações do condomínio. Um dos lulinhas também. O presidente da OAS, Léo Pinheiro, acompanhou os lulas em uma das visitas. Um elevador privativo foi instalado para afastar os lulas do convívio com os moradores comuns  do condomínio milionário.
Em dezembro, o jornal O Globo revelar que o tríplex de Lula era um dos poucos apartamentos já prontos. A descoberta veio junto às investigações contra a Bancoop, que deu calote em mais de 3000 pessoas. Apenas ali começavam as revelações de que a OAS assumira a entrega do edifício repleto apartamentos reservados a petistas.

2015

Reportagens das revistas VEJA e ÉPOCA ouvem moradores, funcionários e fornecedores da obra do tríplex de Lula no Guarujá. A esta altura Lula já diz que não é dono do tríplex, nem ele nem sua esposa, mas que apenas tinham a opção de comprar um apartamento.

2016

O Ministério Público confirma tudo o que fora levantado pela imprensa e pelo inquérito contra a Bancoop e avisa que tem tudo para apresentar denúncia contra Lula e Marisa por ocultação de patrimônio,o que é indício de pagamento de propina e lavagem de dinheiro. 30 testemunhas confirmam que Lula e Marisa são donos oficiais do apartamento. A porteira e o zelador do prédio trazem revelações minuciosas das visitas da família lula ao prédio.

Enfim, Lula e Marisa são intimados a depor na condição de investigados.

Solaris_Guaruja

* Há na cidade de Guarujá uma lenda interessante que liga Paulo Maluf a Lula. Os dois políticos de personalidade forte, cultuados por pobres, envolvidos em inúmeras suspeitas e sempre hábeis para fugir a condenações. Maluf tem inúmeros imóveis pela cidade. Diz-se que ele apresentou ao seu advogado e amigo Márcio Thomaz Bastos uma das praias “privadas” da cidade – praias de acesso restrito a carros, controlado pelos condomínios que construíram as estradas que levam até lá. Márcio Thomaz Bastos então adquiriu uma mansão por ali e, anos depois, já amigo de Lula, apresentou-a a Lula em um reveillon. Lula   ficou encantado. Não há relato de que Lula tenha chegado a adquirir imóveis nessas praias “privadas”, ele preferiu a dos Astúrias, próxima à área central da cidade e também próxima ao Forte dos Andradas, paraíso natural e reserva do exército em que, quando presidente, Lula passava as férias. 

Revisado por Maíra Adorno @mairamadorno

Loading...

Um comentário para “Lula e o Guarujá – De retirante a presidente e depois de ostentador a investigado

  1. Fernando Pira

    Prezado Ângelo da Cia:
    A cronologia da elitização do Proprietário de Imóveis de Schroedinger ficou muito boa! (Hora é, hora não é !)
    Apenas um reparo, amparado em meus conhecimentos de trabalho em reformas de aptos e imóveis em geral, peço que revise a informação do elevador privativo:
    acredito que o mais provável é que tenha-se instalado um elevador privativo “permanente” e “dentro” do Triplex, isto é, atendendo os seus pavimentos inferior, superior e de cobertura com piscina, através de “caixa de elevadores” que traspassa suas lajes em cortes autorizados pelo calculista da estrutura, locado em suas áreas úteis internas;
    Um elevador privativo externo é possível, mas deveria estar aprovado em projeto de prefeitura e elevaria enormemente o custo da unidade e do Condomínio proporcional;
    Um elevador “externo” de obra “adicional” que atendesse temporariamente somente a reforma também seria possível, mas chamaria demais a atenção além de denotar ostentação no lugar de discrição, se é que se buscava isso;
    Outra hipótese seria o prédio já prever vários elevadores definitivos, que são montados em geral mais próximo do final da obra conjunta, e um deles ter sido posto em uso antecipado e exclusivo para a unidade em questão, o que de novo chamaria mais atenção do que se desejaria se o proprietário fosse discreto…
    Enfim, o que é mais improvável pode até ter acontecido, vai se saber o grau de ostentação patológica desses “recebedores de presentinhos de Construtoras”, né ?! …

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *