Sobre a Paralisação do Governo dos Estados Unidos

Uma batalha intensa entre órgãos da imprensa nos Estados Unidos tem sido travada por conta da paralisação do governo dos Estados Unidos, ou melhor, a paralisação parcial de certas agências governamentais.

Enquanto CNN, uma afiliada da Time Warner e grande doadora de fundos para campanhas de candidatos do partido democrata (partido do Presidente Obama e da maioria de senadores atuantes no congresso), muitas vezes defende a posição que é divulgada pelos senadores democratas, FOX News tem mantido o foco na dificuldade que membros republicanos da Câmara dos deputados tem mostrado nas negociações para definir o orçamento do governo.

O que a grande maioria não explica é como o processo funciona e como a paralisação do governo ocorreu.

Pois vamos lá.

O registro do congresso é claro: a Câmara dos deputados, que é controlada pela maioria republicana, votou para que todos os fundos necessários para que o governo e todas suas agências continuem sendo bancadas sejam garantidos, com uma exceção: o Affordable Care Act, ou ObamaCare.

Isso mesmo. Republicanos na Câmara votaram para manter o governo aberto.

A Câmara de Deputados deve, conforme a constituição dos Estados Unidos, votar para garantir ou reter fundos para qualquer lei, o que faz com que os representantes tenham o poder de controlar os fundos que serão utilizados para financiar qualquer atividade governamental.

O Senado, por sua vez controlado pela maioria de senadores membros do partido democrata, decidiu negar a autorização de fundos para o governo já que representantes na Câmara decidiram vetar fundos para o ObamaCare. O líder da maioria no Senado Harry Reid, que é do partido democrata, decidiu assumir a posição do Presidente Obama e simplesmente se recusou a aceitar o financiamento do governo para que democratas possam continuar defendendo a consolidação do ObamaCare.

Enquanto ele como líder majoritário tem o poder de influenciar outros membros do partido democrata que estão no Senado, a votação foi efetuada e o governo foi parcialmente paralisado.

Todos os membros de agências federais que foram considerados insignificantes foram mandados para casa.

ObamaCare

ObamaCare é uma lei como qualquer outra por ser lei, mas não por ser popular. Foi considerada constitucional pelo supremo tribunal porém não deixa de ser uma lei controversa.

A lei basicamente faz com que a aquisição de assistência médica seja compulsória, ou seja, todos os membros da sociedade são obrigados por lei a pagar por assistência médica, precisando do serviço ou não, tendo condições financeiras para tal ou não. A lei também estipula quais serviços seu plano de saúde deve cobrir.

Isso mesmo.

Se você é jovem, saudável e nunca teve qualquer preocupação com sua saúde e quer ter um plano que cubra o mínimo possível, sua vida virou um inferno depois do primeiro de Outubro, o dia em que a lei passou a ser aplicada.

Enquanto Americanos descobrem que seus planos de saúde estão ficando caríssimos já que precisam cobrir mais coisas para que a lei seja cumprida, o público também é levado a acreditar que os terríveis membros da Câmara foram responsáveis pela paralisação parcial do governo, sem entender que o Senado e o Presidente são de fato os únicos responsáveis pelo ocorrido.

Well-played Obama, well-played ~

Well-played Obama, well-played ~

4 comentários para “Sobre a Paralisação do Governo dos Estados Unidos

  1. Anna

    Ah, agora ficou claro quem está jogando sujo.
    Grata, Alice, agora entendi a farsa da esquerda americana, lá como cá, está no dna… a rima foi involuntária. Compartilhei no face.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *