David Bowie, Ronald Reagan & o Muro de Berlim

“Heróis”

HwYULcr

“I can remember/ Standing by the wall/ And the guns, shot above our heads/ And we kissed, as though nothing could fall”

Uma jovem cantora chamada Antonia e um produtor musical chamado Tony tinham um relacionamento secreto na Alemanha em meados dos anos 70. Eles se encontravam debaixo de torres de vigia onde guardas da Alemanha Oriental vigiavam o muro de Berlim. Enquanto David Bowie gravava seu disco Heroes em um estúdio na Berlim Ocidental, ele testemunhou um desses encontros. Enquanto escrevia a letra de Heroes, Bowie decidiu contar a história de dois jovens que, por conta do muro erguido pelo bloco oriental, arriscavam-se para poderem se ver.

O Rock influenciou jovens da Alemanha Oriental

Por causa do grande esforço da iniciativa privada e do crescimento do mercado negro por detrás da cortina de ferro, jovens que viviam sob o regime comunista entraram em contato com o Rock and Roll. Moradores da Alemanha Oriental usavam chapas de plástico de raio X para registrar gravações de áudio. As placas eram contrabandeadas do oeste e como eram flexíveis, Orientais escondiam as chapas enroladas em suas luvas. Durante os anos 60, vários álbuns dos Beatles foram distribuídos pela Alemanha Oriental dessa forma.

A música foi responsável por um movimento que eventualmente derrubou a ordem política na União Soviética. Jovens queriam se divertir sem temer por suas vidas. Eles queriam ser livres.

Através da música, elementos da cultura ocidental foram expostos e muitos jovens começaram a entender que a “doença ocidental” nada mais era do que a exaltação do indivíduo como um ser soberano e independente. Por conta do controle governamental sobre a economia e a dependência que o bloco oriental tinha em relação à União Soviética, bens de consumo eram escassos. Por conta da falta de sinais do mercado, planejadores centrais eram incapazes de oferecer produtos e serviços básicos à população. Moradores da Alemanha Oriental sofriam por conta da ineficiência do sistema de planificação. Jovens começaram a notar que no Ocidente, pessoas tinham liberdade o suficiente para trabalharem, ganharem a vida e… fazerem música.

“Derrube este muro!”

Quando o Leste deixou de resistir ao Rock, David Bowie e outros músicos populares da época anunciaram um show no lado ocidental de Berlim com tempo de sobra para que planejadores do evento pudessem anunciar o mesmo com o uso de alto-falantes. Os anúncios podiam ser ouvidos do outro lado do muro onde jovens tiveram tempo o suficiente para se organizarem e desfrutarem do concerto.

Forças armadas do bloco oriental tentaram dispersar as multidões que gritavam em coro “derrubem o muro!” Uma semana depois desse evento, Ronald Reagan disse a Gorbachev durante seu discurso que o muro devia ser derrubado.

tear down this wall

Deturpação do funcionamento da economia de mercado

A União Soviética entrou em colapso econômico justamente porque planejadores governamentais não entendiam que a produção em massa é a única forma de se satisfazer as necessidades de todos os membros do povo. Sem um sistema de preços, o mercado não fornece sinal nenhum aos produtores e um grande número de indivíduos sofrerão as consequências da falta de liberdade econômica.

O ocidente não influenciou o oriente por conta de alguma tática terrível de persuasão do capitalismo, mas sim por que a promessa de uma vida melhor, mais pacífica e próspera por conta do estabelecimento de uma economia de mercado falou mais alto do que o som dos fuzis.

 

Loading...

5 comentários para “David Bowie, Ronald Reagan & o Muro de Berlim

  1. francisca vieira

    o texto tem muitas falhas muito mal escrito (cheio de por conta disto por conta daquilo, ao devido isto, por causa daquilo…), a historia da criaçao da musica heroes nao e esta, quanto ao regime comunista, ele caiu de podre, corrupçao, e falta de liberdade, claro que os estados unidos queriam a queda, mas ruiu por incompetencia, prepotencia e burrice dos que comandavam, o que e uma pena, chorei no dia que a uniao sovietica se desfez, vibrei com a queda do muro ele e a prova que a burrice do ser humano nao tem limite

    Responder
  2. Ludlow

    Mas, no colégio, se aprende que a Alemanha Oriental só teve um crescimento no número de insatisfeitos por causa de uma bem articulada campanha publicitária dos ocidentais em conluio com os Estados Unidos. A propaganda fazia com que as pessoas ficassem insatisfeitas com a vida maravilhosa que levavam e por isso pediam o fim do comunismo.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *