Vitória da Reaçonaria: IBGE divulga dados de desemprego sem filtros, 22 milhões de desempregados

O PT e o PSDB adoram alterar dados oficiais. Algumas das séries que mais causam danos ao cálculo do estrago deixado pelo lulopetismo são as medidas da inflação, do crescimento do PIB e do desemprego. Todas foram alteradas e todas são comparadas com séries distintas.

O ex-presidente FHC, em março de 2002, alterou a forma de cálculo de desemprego do IBGE. Era uma medida política para atrair investimentos no Brasil. Menos de um ano depois, Lula assumiria com as novas taxas que reduziam artificialmente pela metade o número de desempregados. A farsa estava plantada: o crescimento insuficiente do emprego aliado a formalização de vagas existentes com a redução artificial do cálculo trariam o mito do crescimento do emprego durante os governos Lula.

Por exemplo, as formas de cálculo do desemprego da União Européia e do Brasil são distintas. Falar que no Brasil a taxa de desemprego é de 5% e que na União Europeia a taxa é de 5% (não são os dados corretos) equivale a equiparar uma medida de 5 centímetros com 5 metros.

Em novembro de 2013, a Reaçonaria compilou dados oficiais do IBGE dos últimos 10 anos sobre desemprego e aplicou o cálculo da União Europeia. O resultado era assustador: mais de 20% da população estava desempregada.

Critérios da U.E. aplicados ao Brasil vs critérios do IBGE

Critérios da U.E. aplicados ao Brasil vs critérios do IBGE

Leia também >>> EXCLUSIVO: Desemprego no Brasil ultrapassa os 20% 

Agora, com o PT fora do governo e uma pressão da população por transparência na situação econômica do Brasil, o IBGE divulgou novos dados sobre o desemprego que confirmam nossos cálculos.

Os 11,3 milhões de desempregados na verdade são 22,7 milhões. Sim, 22,7 milhões.

A diferença ocorre pelo o que a pesquisa qualifica como PEA – População Economicamente Ativa.

Vamos torcer para que o Brasil pare de esconder seus problemas debaixo do tapete.

Confira no gráfico a seguir:

Ilustração: Folha

Ilustração: Folha

Revisado por Maíra Pires @mairamadorno

2 comentários para “Vitória da Reaçonaria: IBGE divulga dados de desemprego sem filtros, 22 milhões de desempregados

  1. Arthur, o legítimo

    Desde o 1o. ano do Lula eu clamava que era Fajutice falar em que estavam tirando milhões da miséria, que o desemprego estava baixando e tudo o mais, o tempo todo fui uma voz no deserto! postei em todo site de formador de opinião, Reinaldo Azevedo, Constantino, etc… Todos combatentes pela boa causa (naqueles idos, alguns já se debandaram para o ‘isentismo-esquerdista’).

    Mas minhas postagens não ecoavam, todos criam piamente na propaganda Oficial.
    Agora sei que o reaçonaria também conseguiu perceber o Embuste.. Isto deveria ser caso de polícia, enganaram a população por 13 anos inflando indicadores, minorando os ruins, uma malandragem rasteira.

    Resta que FHC, como sempre, direta ou indiretamente (ultimamente mais diretamente) acobertando e dando pilastras ao esquerdismo, que como é notório, tem como um dos dogmas-base mentir para o avanço ‘da causa’.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *