TSE aceita ação que pode anular eleição de Dilma Rousseff

Apesar da demora na decisão, que foi adiada a pedido de Luciana Lóssio, ex-advogada eleitoral do PT, o TSE aprovou agora de noite por 5 votos a 2 o prosseguimento da ação que pede a impugnação da vitoriosa candidatura de Dilma Rousseff em 2014. Caso o processo termine em condenação das contas da chapa “Muda Mais”, que tinha Dilma como presidente e Michel Temer como vice, uma nova eleição poderá ser convocada.

Em seu voto, Luciana Lóssio não se limitou a dizer que o prosseguimento da ação era improcedente como apresentou argumentos defendendo os atos suspeitos da campanha de Dilma Rousseff. Votaram pela continuidade da ação eleitoral contra Dilma os ministros Gilmar Mendes, João Otávio de Noronha, Luiz Fux, Henrique Neves e o presidente do TSE José Antonio Dias Toffoli. Maria Thereza foi o segundo voto contra a continuidade do processo.DilmaCramuiao

Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *