Temer pune 49 cidades que incentivam médicos a fugir de Cuba

O governo do presidente em exorcismo Michel Temer descredenciou 49 cidades do programa ‘Mais Médicos’, um programa focado em médicos cubanos (e forjado para mandar recursos ilegalmente para Cuba), mas que também contempla médicos brasileiros e de outras nacionalidades.

O erro das 49 cidades foi incentivar os médicos na busca de auxílio da Justiça brasileira para fugirem da ditadura castrista. Pelo menos 55 cidades estão no radar do Ministério da Saúde.

O governo Temer é isso: fala grosso contra o Trump e fino com a ditadura cubana.

No Estadão:

“A punição para prefeituras que incentivavam cubanos a permanecer no programa à revelia da vontade de Cuba foi definida há duas semanas, em uma reunião entre Ministério da Saúde, conselhos de secretários estaduais e municipais.

A estratégia foi considerada como um poderoso argumento para convencer o governo do país da América Central a manter o convênio, renovado no ano passado, para o envio de profissionais. Em abril, Cuba suspendeu o envio de 710 médicos para o programa, em uma reação ao aumento expressivo de liminares concedidas na Justiça garantindo a permanência de cubanos que ficaram mais de três anos no programa. Foram ao menos 80.

A determinação para o descredenciamento deve continuar. Há duas semanas, a informação era a de que pelo menos 55 municípios incentivaram médicos de Cuba a ingressar na Justiça para continuar no País. As prefeituras notificadas do descredenciamento poderão apresentar defesa.”

Revisado por Maíra Pires @mairamacpires

Loading...

3 comentários para “Temer pune 49 cidades que incentivam médicos a fugir de Cuba

  1. Leonardo X

    Temer quer pacificar o Brasil que, segundo ele, vive um clima permanente de brasileiros contra brasileiros. Esquece que foi cúmplice dos que semearam vento e reclamam da tempestade que
    estão colhendo. E dá a entender que a malta que permanece fiel aos bolivarianos brazucas do
    bando da gazua e do pé-de-cabra equivale à imensa maioria da população que os rejeita.

    Responder
  2. Airton Martins

    Não adianta sabermos tudo o que acontece a respeito do programa mais cínico que o governo já impôs ao brasileiro. Estamos cansados de tanta falcatrua que esse ditadura e as anteriores nos fizeram passar; e, evidentemente, se não invadirmos a câmara e o senado federal, exigindo que desfaçam todos os mandados do último “presidente” além de não aprovarem nenhuma lei até o próximo pleito, será melhor desistirmos e fossemos cada um para o país mais conveniente.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *