Temer libera R$ 500 milhões para Centrais Sindicais por votos na Previdência

O presidente Michel Temer (PMDB) vai liberar R$ 500 milhões para as Centrais Sindicais (CUT, Força Sindical, UGT, CTB, Nova Central, CSB) em troca de votos na reforma da previdência.

É um movimento que não vai melhorar o placar do governo de forma substancial. De quem o presidente espera aumentar a adesão, do Solidariedade? Ou é um repasse para não ter manifestações contra a reforma?

Na Folha:

“Em meio às negociações para a aprovação da reforma da Previdência, o Planalto fez um aceno às centrais sindicais que se opõem às mudanças. Michel Temer garantiu, na terça (5), que baixará portaria semana que vem para liberar o pagamento de cerca de R$ 500 milhões em verbas do imposto sindical que estavam retidas na União. O dinheiro é fruto de um acordo entre as entidades, o MP, a Caixa e o governo. O ministro Ronaldo Nogueira (Trabalho) vai assinar o texto.

Os R$ 500 milhões foram bloqueados por falhas no preenchimento de dados obrigatórios para o pagamento.”

Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *