Temer lança edital para gastar R$ 280 milhões em publicidade

A publicidade estatal é uma lepra institucional. O que deveria ser instrumento de transparência e prestação de contas invariavelmente se transforma em propaganda eleitoral disfarçada cujo único propósito é melhorar a imagem do governante.

Foi graças a publicidade estatal que o Brasil passou anos pensando que estava revolucionando a infraestrutura, quando na verdade concluiu apenas 16% das superfaturadas obras do PAC 1 e 2.

Saiba mais >>> Lula e Dilma entregaram APENAS 16% das obras do PAC 1 e 2, desde o lançamento em 2007

Foi graças a publicidade estatal que o Brasil passou anos imaginando que que vivia o pleno emprego, quando na verdade, graças a uma mudança metodológica ocorrida no último ano de FHC como presidente, a taxa de desemprego foi maquiada e sempre mostrada pela metade de seu real valor.

Saiba mais >>> IBGE divulga dados de desemprego sem filtros, 22 milhões de desempregados

E é graças a publicidade estatal que revistas, jornais e emissoras de rádio e TV têm em governos a sua principal fonte de recursos, sendo a relação entre assinantes e anunciantes privados relegada a um segundo plano.

Saiba mais >>> Governo já gastou R$ 22 bilhões em propaganda, só com Dilma foram R$ 9 bilhões

Existe na Câmara a PEC 211/12 que proíbe a publicidade estatal. Pelo texto,  somente campanhas de interesse público (vacinação, conscientização sobre o trânsito, etc.) seriam permitidas. Sua aprovação, porém, enfrenta resistências de donos de empresa de mídia (muitos deles políticos) e dos próprios governantes que seriam obrigados a serem avaliados pelo resultado de suas obras, não de sua propaganda.

Nesse contexto, o presidente em exorcismo Michel Temer (PMDB) acaba de lançar pela SECOM um edital no valor de R$ 280 milhões para a propaganda do governo para o período de um ano. As estatais possuem editais próprios. De acordo com Fernando Rodrigues, serão contratadas três agências, sendo que 26 estão participando do processo. A relação entre agências de publicidade e governo são outra lepra da cultura política brasileira.

Reclame com o seu parlamentar sobre a existência da publicidade estatal.

 

Revisado por Maíra Pires @mairamacpires

 

 

Um comentário para “Temer lança edital para gastar R$ 280 milhões em publicidade

  1. Pedro Rocha

    Enquanto isso, Capitão Augusto, o Líder do Partido Militar Brasileiro, está coletando votos para criar uma CPI para investigar a farra das indenizações pagas pela esquerda a seus próprios componentes referentes ao período dos governos militares.

    https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=1856456807908199&id=1378617549025463

    Sei que sou repetitivo nesse assunto, mas reitero que devemos apoiar a criação do Partido Militar Brasileiro: o politicamente mais organizado movimento conservador do País. Este site poderia inclusive fazer uma entrevista com o Capitão Augusto, para que ele apresente o movimento político que lidera.

    http://www.partidomilitar.com.br

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *