Temer já perdeu o apoio de pelo menos 66 deputados

A crise no governo Temer já fez a base perder o apoio de quatro partidos na Câmara. O PSB, que vinha ensaiando integrar a oposição por conta da reforma da previdência, mas que mantém o ministro Bezerra Filho na cota do PSB do Senado. O PPS que entregou o ministério da Cultura e manteve o ministro Jungmann na Defesa somente para não deixar a pasta acéfala durante a crise. O PTN que comanda a FUNASA e está se transformando no PODEMOS e deve lançar o senador Álvaro Dias para a presidência. E o PHS que conta com sete deputados.

No G1:

“Com o agravamento da crise política nos últimos dez dias, causado pelas delações de executivos da JBS no âmbito da Operação Lava Jato, a base aliada do presidente Michel Temer na Câmara encolheu. Ao todo, 4 partidos que apoiavam o governo (PSB, PPS, PTN e PHS) – e juntos somam 66 deputados – anunciaram que passarão a fazer oposição. (…) Antes da delação da JBS – considerando como oposição PT, PCdoB, PDT, PSol e Rede –, o governo contava com o apoio de bancadas que, juntas, reuniam 413 dos 513 deputados. Como alguns partidos decidiram deixar a base aliada, o número caiu para 347 parlamentares.”

Michel Temer, presidente da República

Revisado por Maíra Pires @mairamacpires

Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *