Surto de Ebola no Congo deixa região em alerta

A Organização Mundial da Saúde divulgou no úlitmo sábado que um novo surto de Ebola está atingindo o norte do Congo. A notificação ocorre um ano após a pior e mais mortal onda de contaminações pelo vírus que atingiu Guiné, Serra Leoa e Libéria.

A província de Bas-Uele registrou 17 casos de contágio suspeitos e outros dois confirmados até o início desta semana. Desses casos, três mortes já foram confirmadas.Oficiais do governo local investigam 125 pessoas ligadas aos casos.

Esta é a sétima vez que o país vê o crescimento de casos da doença desde 1976. A disseminação do vírus está ligada ao consumo de animais infectados. O último surto da doença no Congo levou à morte de 36 pessoas em 2012. A grande dificuldade para combater o novo surgimento da doença é a mesma razão que mantém autoridades sanitárias do mundo com poucas preocupações: a região em que os casos estão sendo reportados é bastante remota e com pouco contato com grandes cidades e centros de circulação.

Bas-Uele, região afetada pelo novo surto de Ebola (área demarcada por linha vermelha)

Bas-Uele fica perto da fronteira do Congo com o Sudão do Sul, região afetada por uma crise de subnutrição que já relatamos por aqui no post Desnutrição no Sudão do Sul: mais um legado de Barack Obama.

 

Revisado por Maíra Pires @mairamacpires

Loading...

Um comentário para “Surto de Ebola no Congo deixa região em alerta

  1. Leonardo

    Em conversa, hoje, com amigos congoleses, expressei minha preocupação sobre o Ebola, mas me disseram que as notícias não são tão graves assim, a população conhece muito bem a doença e já sabe as formas de preveni-lá, e que a doença não é tão grave assim, muito pior é a dengue. Me relataram que as pessoas atingidas, foram muito poucas, em pequenas áreas e pessoas que não tomaram os devidos cuidados.
    Sobre o Obama, é a mais pura verdade, o presidente americano que trouxe mais fome, morte para a África, justamente um que se intitula africano.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *