Sociedade das minhocas assiste Comissão aprovar distritão e fundo eleitoral de R$ 3,6 bilhões

A Comissão da Câmara responsável pela reforma política aprovou, na noite desta quarta (9),  o distritão e um fundo para financiamento de campanhas no inacreditável valor de R$ 3,6 bilhões.

O fundo para campanhas será separado do Fundo Partidário, que só neste ano consumirá R$ 819 milhões. Em 2016, todas as campanhas ocorreram normalmente e foram financiadas com doações de pessoas físicas e repasses do Fundo Partidário. Os parasitas de Brasília não se contentam em nivelar por baixo os custos de campanha, é preciso sugar mais.

Já o distritão é a deturpação total do voto distrital puro ou distrital misto. No distrital puro o estado ou município é dividido em distritos e o mais votado em cada um é eleito. No distrital misto, em que o estado ou município também é dividido em distritos, o eleitor vota em um candidato e depois uma lista ou partido, sendo que as vagas são divididas entre os mais votados por maioria simples e os eleitos por quociente eleitoral. O distritão é uma versão piorada de todos os vícios do nosso sistema eleitoral, todos os candidatos continuarão disputando votos em todo o estado, mantendo os custos absurdos de campanha, continuarão disputando votos contra membros do próprio partido, e os mais votados (as campanhas mais ricas e os mais famosos) são eleitos. Já os votos que não forem para os 513 eleitos serão jogados fora. Hoje são contabilizados para manter uma proporcionalidade de representação partidária. É a fórmula perfeita para manter a mesma Câmara em 2018.

O distritão só é adotado no Afeganistão, nas Ilhas Pitcairn, em Vanuatu e na Jordânia. O modelo é defendido por Michel Temer e os capachos do presidente na imprensa com certeza bradarão que é um avanço.

Na primeira votação do distritão, a matéria foi aprovada por 17×15, o que indica que existe potencial para o modelo ser derrubado no Plenário da Câmara. De acordo com o projeto, o distritão valerá em 2018 e 2020, quando a classe política espera uma transição para o parlamentarismo. Então, o distrital misto, em tese, entraria em vigor.

É inacreditável que isso tenha sido aprovado depois de tanto debate sobre o voto distrital junto com mais um fundo para financiar a classe política. Se essas barbaridades forem sancionadas sem reação, nós realmente somos uma sociedade de minhocas.

Loading...

3 comentários para “Sociedade das minhocas assiste Comissão aprovar distritão e fundo eleitoral de R$ 3,6 bilhões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *