Serra, Alckmin e Aécio finalmente estão unidos… contra FHC

A grotesca campanha para que FHC seja eleito presidente de forma indireta pelo Congresso – caso o TSE casse a chapa Dilma-Temer – gerou uma união inesperada no PSDB: a de Serra com Alckmin e Aécio.

O senador Aécio Neves, presidente do PSDB, declarou para a Folha:

“Vindo de um analista seria um equívoco, mas, vindo de quem já trabalha com ele, beira a irresponsabilidade expô-lo dessa forma.”

Já o deputado federal Silvio Torres, secretário-geral do PSDB e aliado de Alckmin, declarou para o Estadão:

“É um assunto que veio em um mau momento, quando o partido está tentando buscar acordos internos, e ele vem com uma proposta que está fora do centro. Ninguém está discutindo os méritos de Fernando Henrique, mas ele mesmo desmentiu em nota. Acho que morreu aí”

O Estadão também diz que nomes ligados ao chanceler José Serra definiram como ‘maluquice‘ o artigo de Xico Graziano.

Hoje, está evidente, o entorno de  FHC espera que o Congresso bovinamente lhe respalde o nome caso o TSE casse a chapa Dilma-Temer.

Se chegarmos nas eleições indiretas, a Reaçonaria espera que algum candidato do Centrão derrote FHC. Já está na hora das eleições indiretas serem debatidas nas rodas do cafezinho da Câmara.

Revisado por Maíra Pires @mairamadorno

Um comentário para “Serra, Alckmin e Aécio finalmente estão unidos… contra FHC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *