São Paulo ultrapassa Rio de Janeiro e terá dois ex-governadores presos

O Rio de Janeiro teve três ex-governadores presos, Anthony Garotinho (1999-2002), Rosinha Garotinho (2003-2007) e Sérgio Cabral (2007-2014). Assim como todos os presidentes da Assembleia Legislativa do estado desde 1995.

Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho foram soltos por Gilmar Mendes, mas apesar de termos um ministro do Supremo no meio do caminho, devem voltar no médio prazo para a cadeia.

O ex-governador paulista José Maria Marin, que foi vice-governador de Paulo Maluf (1979-1982) e governador do estado (1982-1983), foi condenado nos EUA, como ex-dirigente da CBF, em seis de sete acusações no Caso FIFA.

Marin foi condenado por:

  1. Conspirar/Formar organização criminosa
  2. Fraude financeira (Libertadores)
  3. Lavagem de dinheiro (Libertadores)
  4. Fraude financeira (Copa do Brasil)
  5. Fraude financeira (Copa América)
  6. Lavagem de dinheiro (Copa América)

Foi inocentado da acusação de lavagem de dinheiro na Copa do Brasil. A soma das penas pode ultrapassar 120 anos de prisão. O ex-governador foi levado para um presídio federal dos EUA. Sua idade, 85 anos, não foi empecilho para a justiça americana. A pena ainda não foi imposta, a juíza Pamela Chen, da Corte do Brooklyn, em Nova York, tem de 30 a 60 dias para confirmar a sentença.

Já o ex-governador Paulo Maluf, de 86 anos, também está na cadeia. Após se entregar na sede da Polícia Federal em São Paulo, foi transferido para o Presídio da Papuda, em Brasília.

Maluf foi condenado a cumprir pena de 7 anos, 9 meses e 10 dias de prisão em regime fechado por crimes de lavagem de dinheiro. Ele também foi condenado à perda do mandato e ao pagamento de 248 dias-multa no valor de cinco vezes o salário mínimo vigente à época dos fatos, aumentada em três vezes. Também foi decidido que Maluf deve se afastar da administração de empresas, seja em cargo de direção, integrante de conselho de administração ou de gerência, pelo dobro do tempo da pena de prisão. O imediato cumprimento da pena foi imposto pelo ministro Edson Fachin, do STF. Em maio, a Primeira Turma do STF já tinha condenado o ex-governador.

Ótimo.

José Maria Marin e Paulo Salim Maluf, ex-governadores de São Paulo

Marin, deixando a Corte em NY sendo levado para um presídio federal

Maluf após se entregar para a Polícia Federal em SP

Loading...

Um comentário para “São Paulo ultrapassa Rio de Janeiro e terá dois ex-governadores presos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *