Revista petista sugere acordão entre tucanos e petistas após Serra ser citado em delação da Odebrecht

A revista Carta Maior, uma das campeãs em patrocínio federal nos tempos de governo petista, trouxe à luz algo que apenas poderíamos sugerir sem maiores evidências: que já circula por aí a hipótese de um grande acordão entre as forças políticas brasileiras contra a Lava Jato. Vejam o que foi postado na conta da revista no Twitter:

cartamaior_pilantrona

O tweet se refere à manchete da Folha hoje, que destaca o fato de executivos da Odebrecht terem dito à força-tarefa da Lava Jato que a companhia doou R$ 23 milhões via caixa 2 para a campanha de Serra em 2010, parte do dinheiro depositado em contas na Suíça – mesmo método utilizado para financiar as campanhas de Dilma em 2010 e Haddad em 2012.

Reinaldo Azevedo contra a investigação e punição de bandidos. Revista Veja apoiando candidato do PSOL. Rodrigo Maia eleito presidente da Câmara com votos de deputados petistas. Revista petista, após suposta denúncia contra tucano, sugerindo aliança de todos contra as investigações. Este é o sistema político se adaptando a uma realidade em que quem comete crimes pode realmente ser preso. Eis o efeito Lava Jato.

Revisado por Maíra Pires @mairamadorno

Loading...

6 comentários para “Revista petista sugere acordão entre tucanos e petistas após Serra ser citado em delação da Odebrecht

  1. Bruno

    “Reinaldo Azevedo contra a investigação e punição de bandidos. Revista Veja apoiando candidato do PSOL. Rodrigo Maia eleito presidente da Câmara com votos de deputados petistas. Revista petista, após suposta denúncia contra tucano, sugerindo aliança de todos contra as investigações. Este é o sistema político se adaptando a uma realidade em que quem comete crimes pode realmente ser preso. Eis o efeito Lava Jato.”

    Na verdade, já estão com medo do fim da polarização PT-PSDB desde 1994, com PMDB-DEM (ex-PFL) como co-adjuvantes. Enéas Carneiro já alertava quando era candidato presidencial naquela época, como também (1998) que haveria grande consumo de drogas, sem falar datas, apenas “você quer ver seu filho e seu neto usarem drogas? A escolha é sua”. Foi ridicularizado por “mídia golpista” esquerdista por isso. Suas alertas de mais de duas décadas se tornaram, infelizmente para nós, uma realidade.

    Responder
  2. Leonardo X

    Como dizia o velho Octávio Mangabeira, “em política vale qualquer coisa, menos sacudir o palanque das autoridades”. Os donos do poder acham que a Lava Jato é um ponto fora da
    curva. Na democracia formal, mas irreal, o poste é que faz xixi no cachorro.

    Responder
  3. Pedro Rocha

    O ponto fraco da “estratégia das tesouras” está no fato de tesoura deixa de cortar se ambas as lâminas forem destruídas. PT e PSDB fingem se atacar no palco mas nos bastidores se protegem.

    Lembram-se de José Serra silenciando Índio da Costa quando este evidenciou as ligações do PT com as FARC? Se alguém ainda tinha alguma dúvida depois desse episódio e achavam que FHC protegendo Lula e o PT era ponto “fora da curva” entre os tucanos, a eleição de Rodrigo Maia trouxe à lume de forma explícita a aliança.

    As candidaturas de Caiado e Bolsonaro já estão comprometidas por conta do DEM e PSC serem linhas auxilares pseudo-conservadoras do PSDB e PT, respectivamente. Tem muita gente achando que 2018 “tá no papo” porque a Operação Lava-jato vai caçar esses políticos corruptos, mas esses mesmos corruptos não estão aguardando passivamente irem para a cadeia como fazem os empresários descartados pelo “sistema”. Eles já desarmaram a polulação, estão infiltrados no Supremo, STJ, MPs e Defensorias e inclusive aliciaram o MBL, dissidência à esquerda do Revoltados Online.

    O trabalho não será fácil e temos que admitir que ainda não somos fortes para 2018. Quando tivermos realmente um partido conservador que nos una, como pretende o Partido Militar Brasileiro ainda em homologação, aí sim daremos nosso primeiro grande passo para derrubarmos a “Nova República”, a nova edição piorada da “República Velha”, e termos novamente um País de verdade.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *