Prédio do TSE foi construído pela OAS, custou R$ 327 milhões e replica sede do Partido Comunista Francês

A OAS, uma das integrantes do cartel de empreiteiras que roubou os cofres públicos simulando contratos na Petrobras e por toda a administração pública do PT, foi quem construiu a atual e horrorosa sede do Tribunal Superior Eleitoral. A empreiteira exibe orgulhosamente o feito em sua página na internet: http://www.oas.com.br/oas-com/oas-engenharia/realizacoes/edificacoes/administrativas/tse-tribunal-superior-eleitoral/detalhe.htm

Outros R$ 76 milhões foram gastos só com mobílias para as ‘Vossas Excelências‘ (leiam aqui).

Para finalizar, esta estrovenga é uma repetição de Niemeyer para a sede do Partido Comunista Francês (PCF), que também foi projetada pelo arquiteto brasileiro.

Vejam abaixo os dois prédios:

Sede atual do TSE

Sede do Partido Comunista Francês (PCF)

Leia também:

A Justiça Eleitoral vale os R$ 7 bilhões que gastamos com ela?

Revisado por Maíra Pires @mairamacpires

 

Loading...

6 comentários para “Prédio do TSE foi construído pela OAS, custou R$ 327 milhões e replica sede do Partido Comunista Francês

  1. Gustavo

    o niemeyer é sempre assim, um prédio parece um olho, o outro um cacho de bananas ao contrário.. esse aí é um colchão deitado.. e tem gente que acha bonita essas porcarias que nem funcionais sao.. ou talvez nem achem bonitas, mas apenas considerem que deveriam achar porque pega bem

    Responder
  2. Leonardo X

    Se Oscar Niemeyer não fosse comunista declarado e garoto propaganda dessa doutrina sinistra, sua genialidade de araque não lhe teria dado fama nem aqui no Brasil. Ele foi um excepcional e inovador arquiteto assim como Lula foi um estadista extraordinário e Dilma, uma supergerente. O
    movimento comunista mundial é a maior usina de mitos do planeta.

    Responder
    • PILINCHO

      Quanto à aura de genialidade sobreposta sobre o seu cérebro comunista, Niemeyer foi duramente acusado de ter plagiado os traços arquitetônicos de um arquiteto russo.
      A revista Veja — nos seus anos de outro, claro! — publicou a matéria em questão mostrando, inclusive, a foto do denunciante com os seus projetos originais, em forma de rascunho, evidenciando, flagrantemente, os traços do Palácio da Alvorada e outras obras do arquiteto comunista brasileiro, copiados do profissional russo.
      PILINCHO

      PS : não lembro o número da edição da Veja. No entanto, eu li a matéria.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *