Polícia Federal indicia Lula e Marisa em inquérito sobre o tríplex no Guarujá

O ex-presidente Lula foi indiciado pela Polícia Federal no inquérito que apura benefícios indevidos recebidos pelo tríplex no Edifício Solaris, que fica no Guarujá, litoral de São Paulo.

O documento assinado pelo delegado Márcio Adriano Anselmo conclui da seguinte forma:

“Foi possível apurar que o casal Luiz Inácio Lula da Silva e Marisa Letícia Lula da Silva foi beneficiário de vantagens ilícitas, por parte da OAS, em valores que alcançaram 2.430.193,61 reais, referentes às obras de reforma no apartamento 164-A do Edifício Solaris, bem como no custeio e armazenagens de bens do casal.”

Foram indiciados também Léo Pinheiro (corrupção ativa, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica), Paulo Roberto Gordilho (corrupção ativa e lavagem), ambos da OAS, e Paulo Okamoto (corrupção passiva, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro).


É preciso ressaltar que as investigações sobre o Sítio de Atibaia, cujo inquérito do Ministério Público Federal recebeu recentemente novos anexos enviados pela Polícia Federal, segue seu caminho independente desta investigação do tríplex.

Tudo indica que a força-tarefa da Lava Jato cansou de esperar por novas informações que viriam da delação de Léo Pinheiro.

Para entender o passo-a-passo que levará Lula à prisão e os passos mais recentes, leiam nossos posts abaixo:

Revisado por Maíra Pires @mairamadorno

Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *