4 comentários para “Paulo Martins – Governo Financia Hidrelétrica na Nicarágua

  1. Luciano Beregeno

    Paulo dando uma de Sheherazade, e falando sem ter informação em tempos de internet onde TODA informação está on line? O consórcio brasileiro formado pela Eletrobrás e pela Queiróz Galvão vai reformar e depois VENDER a energia pra Nicarágua e havia impasse quanto ao valor da tarifa, que o consórcio brasileiro queria cobrar ao valor de U$ 118 por megawatt (no mercado está em torno de U$ 95 a U$ 105. O governo brasileiro liberou o financiamento para as empresas brasileiras pegarem o empréstimo no BNDES e construir a usina. Nossa imprensa anda coma formação capenga e realmente, caçar os diplomas tá começando a me parecer uma ideia viável mesmo…

    Responder
  2. Rudolfo

    Meus parabéns Paulo Martins! Você é um dos poucos que trazem a verdade à tona. Minha esperança é que esse socialismo latino americano engendrado pelo Foro de São Paulo comece a ruir em 2014.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *