Obama paga caro pela paralisação do Governo dos EUA

A política, muitas vezes, é um jogo de azar. Você pode se dar bem ou ser vitimado pelo acaso, se dar muito bem ou perder tudo em um blefe.

A “paralisação” do Governo dos EUA é um caso para estudo. Após a negativa de Obama em negociar limites à política unilateral do Obamacare, empurrada goela abaixo dos norte-americanos e dos republicanos, ocorreu a paralisação de serviços tidos como não-essenciais. Seguidores de Obama, simpatizantes aos democratas na imprensa, ao redor do mundo e mesmo alguns republicanos partiram a criticar a intransigência do novo GOP. Porém, não tem sido essa a única interpretação da população dos EUA.

Embora tenha sido destacado que os republicanos têm sido colocados nas pesquisas como maiores responsáveis pela paralisação, o que já é um dado bastante controverso diante do número superior de norte-americanos que se declaram simpatizantes dos democratas, é Obama quem está sangrando diante da opinião pública.

Verdade seja dita: Seus índices já estavam ruins e em queda evidente desde o dia 25 de setembro quando o New York Times mostrou que a relação entre os que desaprovam e aprovam a sua performance estava em 49-43. Acontece que agora os números estão alarmantes e vexatórios: 37-53.

gfkapproval

Em pesquisa da CNN, os culpados pela crise são, na ordem: os republicanos (63%), os democratas (58%) e o Presidente Obama (53%). Como já dito acima, é preciso ter em conta que o número de eleitores que se declaram simpatizantes aos democratas é sempre maior ao dos Republicanos. Porém, há um outro recorte que deixa as coisas mais claras, o que mostra o pensamento dos eleitores que se declaram independentes. Entre eles, os culpados são: republicanos (60%), democratas (59%) e Obama (58%).

Para terem uma ideia do tamanho do fiasco político para Obama, seus índices atuais estão piores que os do Presidente George W.Bush em semelhante período de seu segundo mandato. Mesmo em meio à crise do Furacão Katrina!

Fala galera!

“Calma que falta pouco gente!”

Os julgamentos que fazemos de ações e pessoas políticas são sempre baseados em parâmetros que possamos usar para comparação. No caso da aprovação popular , qualquer que seja o escolhido, Obama é o grande perdedor da paralisação do governo dos EUA. Ele nunca esteve com índices tão baixos como está agora, está próximo ao pior índice de George W. Bush (34%), abaixo de George W Bush em semelhante período (39%) e já estava, há bastante tempo, abaixo mesmo dos índices que Bush filho tem hoje diante dos norte-americanos ( http://blogs.wsj.com/washwire/2013/06/11/bush-approval-rating-back-in-positive-territory/ ). Para uma pessoa com ego e imagem projetadas ao infinito como Obama, é um fiasco e tanto. Resta alguma dúvida?

Loading...

Um comentário para “Obama paga caro pela paralisação do Governo dos EUA

  1. Ludgreen

    Digam isso para o Caio Blinder! No seu texto “A dívida americana e o calote da informação” , O jornalista obamista prefere culpar os republicanos (que fizeram o trabalho deles) e pegar leve com Obama. Como se Obama não fosse o Presidente dos EUA! Imaginemos que o Presidente fosse Mitt Romney, a câmara fosse ocupada pelos republicanos e o senado pelos democratas. Houvesse o tal “shutdown”. De quem seria a culpa? Obviamente do Romney e dos congressistas republicanos!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *