NOJO: PSDB participa de acordão para impedir prisões de Jucá e Renan

Ao contrário da prisão de Delcídio Amaral (ex-PT), em que o Plenário votou por mantê-lo preso, os senadores irão votar para liberar seus comparsas em tempo recorde. De acordo com a reportagem, até 30 senadores podem ser envolvidos nas delações de Marcelo Odebrecht. Então já sabemos: votou para soltar Renan e Jucá, tem o rabo preso.

O PSDB, que tem seu presidente investigado por supostamente ter ajudado o PT nas CPI dos Correios (Mensalão), não aprendeu a lição. As informações são do Estadão:

 

acordao

Líderes da base aliada e da oposição no Senado articulam um grande acordo para barrar no plenário da Casa eventual ordem de prisão provisória do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e do senador Romero Jucá (PMDB-RR). Os pedidos de prisão foram feitos pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e serão avaliados pelo Supremo Tribunal Federal. Se a Corte determinar, os senadores só podem ser mantidos presos após aprovação do Senado. 

O mesmo procedimento ocorreu com o senador cassado Delcídio Amaral (sem partido-MS). No caso dele, o plenário decidiu, em novembro de 2015, mantê-lo preso após a determinação do STF. Abandonado pelo comando do PT, na época sua legenda, Delcídio não contou também com gesto de solidariedade de nenhum integrante da bancada durante a votação. 

Desta vez, porém, com Renan e Jucá a tendência é de que o plenário se comporte de maneira diferente.”

Confira algumas declarações tucanas de preparação do terreno:

“O procurador-geral que prove que teve e qual foi o flagrante (…) Não é uma questão de dar uma resposta institucional, porque pode parecer corporativismo, mas é uma questão constitucional. Quem tem que mostrar o ônus da prova é ele.” Cássio Cunha Lima, líder do PSDB no Senado.

 “Na minha opinião, não é suficiente com o que tem. Pode ser que tenha havido coisas que eu não conheça, mas para mim, até aqui, é uma mera especulação de conversas reservadas, sem nenhuma consequência prática” Aloysio Nunes (PSDB-SP), líder do governo no Senado.”

Revisado por Maíra Adorno @mairamadorno

 

Loading...

Um comentário para “NOJO: PSDB participa de acordão para impedir prisões de Jucá e Renan

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *