Mudança feita por Haddad aumentou em 44% o custo das lotações

“(Estadão) A mudança na organização das frotas de lotações na cidade de São Paulo, feita na gestão Fernando Haddad (PT), resultou em aumento de pelo menos 6,6% nos custos do sistema de transporte da capital, na comparação entre março de 2014 e junho de 2016.

Isso é o que admite a Prefeitura. O cálculo da administração é contestado, no entanto, por relatório do Tribunal de Contas do Município (TCM). Apresentado pelo conselheiro Edson Simões, o documento diz que o acréscimo seria de 44%. (…) O relatório do tribunal comparou os gastos com subsídios da Prefeitura no mês de junho de 2014, que foram de R$ 123,6 milhões, antes da mudança do regime dos lotações, com março de 2016, quando o gasto com os subsídios foi de R$ 179,1 milhões. A previsão de operação total do sistema neste ano está em R$ 7 bilhões. “

COOPERATIVAS,LOTAÇÃO

Revisado por Maíra Pires  @mairamadorno

Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *