Michael Savage, autor e radialista conservador, é violentamente atacado

Se você ainda não conhece Michael Savage é bom conhecê-lo, ele comanda o show The Savage Nation no qual Trump foi convidado especial várias vezes. O show é um sucesso e o maior rival de Rush Limbaugh (Veja partes divertidas aqui). Savage não poupa insultos direcionados a estrelas conservadoras como Glenn BeckMark Levin e o próprio Rush. De tão polêmico, Savage foi banido do Reino Unido.

Segundo o WND, Michael Savage havia jantado em um restaurante na Califórnia, no norte de São Francisco, quando foi seguido por um homem.

Savage, 75 anos, conta que o homem lhe provocou e ao ver que sua resposta foi pedir que fosse embora, chutou seu poodle do caminho, o agarrou e o empurrou no chão.

Savage não se machucou severamente mas foi deixado sangrando e tremendo. O advogado de Savage, Dan Horowitz, disse que vai investigar o caso como crime de ódio por causa da visão política do radialista.

Ironicamente, o Poderoso Chefão da Trumpmania lançou um livro sobre a oposição (muitas vezes violenta) a Donald Trump. Com uma audiência gigante de deplorables, o apoio de Savage ao magnata foi vital para a campanha republicana a ponto de Trump admitir que não seria presidente sem ele.

A normalização da violência de esquerdistas contra pessoas comuns se tornou ainda mais visível após a vitória de Trump, bastando a mídia apontar qualquer pessoa no caminho dos democratas (mesmo o youtuber PewDiePie, celebridade da internet) como nazista para baterem e intimidar. Dessa forma, a tática dos sturmabteilung é usada contra “nazistas”.

Os fascistas se dividem em duas categorias, fascistas e anti-fascistas – Ennio Flaiano.

O vídeo abaixo mostra que nem moradores de rua devem ter seus direitos respeitados se gostam de Donald Trump.

 

Leia mais Trump no reaçonaria:

VÍDEO: Discurso legendado de Donald Trump no Congresso Americano

Faculdade suspende aluno que gravou professora xingando Trump e republicanos

Em Chicago, quatro eleitores do Partido Democrata espancam e torturam suposto eleitor de Donald Trump com problemas mentais

Revisado por Maíra Pires @mairamacpires

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *