Jihad vs Cruzadas e o atentado em Paris

A situação na França é uma tragédia inenarrável. Quem tem voz na mídia e relativiza os extremistas é cúmplice. Não há outra classificação.

Porém, agenda é agenda, e a esquerda global em sua sanha para relativizar as mortes do atentado em Paris dirá “e as Cruzadas?“. Como se o número  de mortes fossem comparáveis. Como se guerras fossem comparáveis. Como se vidas humanas valessem mais ou menos pela religião da vítima. Um nojo.

Pois bem. Ative as legendas no vídeo abaixo e responda sobre as Cruzadas.

O baixo clero da isenção (aquela turma que fecha os olhos para as falcatruas e omissões tucanas) não gostou de um tweet de O Antagonista.

Não é preciso concordar com O Antagonista, mas entenda o motivo de algumas pessoas concordarem com o site de Diogo Mainardi, Mário Sabino e Cláudio Dantas com o vídeo a seguir:

Não tem mais conversa: relativismo moral é o escambau!

Loading...

Um comentário para “Jihad vs Cruzadas e o atentado em Paris

  1. Alexandre Sampaio Cardozo de Almeida

    São Paulo, 16 de novembro de 2.015

    Prezados do Reaçonaria,

    Aguardo ansioso um texto assinado por Leandro Narloch a respeito da carnificina ocorrida em Paris no dia 13. Quero ver qual será a ginástica mental que esse sujeito vai fazer para explicar o inexplicável.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *