Imprensa Golpista 11 – Folha dilmista?

Será que a Folha de São Paulo decidiu tomar partido nessas eleições?

Primeira evidência: sintonia com a estratégia petista

A campanha petista, para atingir Marina Silva, começou a soltar inúmeras insinuações terroristas nas suas propagandas de TV. A mais recente é apresentar Dilma como a única candidata que vai defender os direitos dos trabalhadores, dando a entender que os adversários, especialmente Marina Silva, poderiam “tirar direitos”. Um dia após Dilma criar este tema vindo de lugar nenhum – não houve nenhuma declaração recente dos outros candidatos a esse respeito recentemente – vejam as notas postadas na coluna “Painel”, atualmente sob comando do jornalista Bernardo Mello Franco:

Painel_FolhaDilmista

Como acontece neste tipo de pauta, há sempre sujeitos indeterminados ou inexistentes. “Sindicalistas do PSB” pode significar qualquer coisa,  inclusive um filiado Zé Ninguém da campanha. Encontrar como exemplo e justificativa para isto uma figura ligada à multipartidária Força Sindical, com dirigentes em todas as campanhas, é prova de que saiu-se com uma nota pronta, só faltando um recheio qualquer.

Segunda evidência: gráficos distorcidos

Dilma continua perdendo no segundo turno e campeã absoluta de rejeição. Ainda assim, a Folha de São Paulo, ao publicar com exclusividade os resultados mais recentes do Datafolha, fez um malabarismo visual inacreditável para destacar a “subida” de Dilma (dentro da margem de erro, apenas 1%). Vejam os gráficos:

folha

Distorções favorecem Dilma

Por este gráfico, Marina Silva que hoje tem 30% está em muito pior situação do que estava um mês atrás, quando tinha 21%. Marina Silva que está 7 pontos atrás de Dilma e 13 pontos à frente de Aécio aparece praticamente colada ao tucano e bem distante da petista. Mas há outro gráfico interno que dispensa maiores comentários:

GraficoDatafolha21

Repetimos que não há problema nenhum em um órgão de imprensa escolher e apontar o candidato que acha mais adequado para ocupar um cargo público. O que acontece nestas notas e gráficos destacados aqui não são críticas à opinião da Folha, mas ao trabalho contaminado e travestidos de isenção que realizaram nas referidas passagens.

P.S.: O gráfico apresentado na capa da edição nacional da Folha de São Paulo estava correto. O que trouxemos aqui é o gráfico apresentado na página interna e no site Folha.com, que também foram atualizados e corrigidos. Eis o gráfico corrigido http://f.i.uol.com.br/folha/homepage/images/1426239.jpeg

Loading...

2 comentários para “Imprensa Golpista 11 – Folha dilmista?

  1. Jotabe

    Faz tempo que a folha é PT, portanto não dá para ler. Quanto muito a gente tem que engolir o UOL. É uma vergonha para um jornal desse porte e do mais importante estado do país ser tão tendencioso.
    Deixa de figurar no rol da mídia séria como O Estado de São Paulo, VEJA e mais alguns outros que não compactuam com a pouca vergonha desse governo. Tomara que em outubro seja decretado o fim da balbúrdia bolivariana. Aécio Presidente.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *