Governo Temer contra o narcotráfico

O PT nunca deu importância para a segurança pública porque nunca acreditou no assunto: prender não resolve, cometer crimes é falta de oportunidade, o consumo de drogas deve ser descriminalizado e legalizado e a construção de escolas compensa a construção de presídios. Essas são algumas das ideias simples e erradas que os petistas acreditam.

Dois exemplos práticos do descaso do PT com a segurança dos brasileiros são o bloqueio dos recursos do FUNPEN (Fundo Penitenciário Nacional), que impede os estados de modernizar e ampliar as vagas em presídios, e do FUNAD (Fundo Nacional Antidrogas). Em 2015, o FUNPEN contava com R$ 2,4 BILHÕES acumulados, já o FUNAD segue abandonado.

Os ministros José Serra e Alexandre Moraes mostraram disposição de enfrentar o narcotráfico e tratar a segurança pública como um problema nacional, como foi noticiado pela coluna Radar, de Veja:

“Diferente de José Eduardo Cardozo, que sempre fez cara de paisagem quando se discutia o elevado número de assassinatos no país, Alexandre de Moraes fez questão de chamar para si a responsabilidade na primeira reunião ministerial.

Ele disse aos colegas de Esplanada que quer criar um plano para combater este tipo de crime e fará parceria com secretários estaduais e, até mesmo com o Itamaraty de José Serra para enfrentar o tráfico internacional de armas e drogas.”

Felizmente a vontade não ficou no discurso, e o chanceler José Serra criou uma área dentro do Itamaraty para cuidar das fronteiras, como informa O Globo:

“José Serra resolveu criar no Itamaraty um novo departamento — o de Assuntos de Defesa e Segurança, que ficará sob a responsabilidade do embaixador Nelson Antônio Tabajara. 

Será focado na segurança em áreas de fronteira ou, mais precisamente, no combate aos ilícitos transnacionais, à corrupção, ao tráfico de armas e drogas, ao terrorismo e ao crime organizado.”

Agora, em evento do LIDE noticiado pela revista IstoÉ, o ministro da Justiça declarou que já tem pronta uma Medida Provisória para aumentar a Força Nacional e focar nas fronteiras. A existência da Força Nacional é polêmica, mas ela deixar de ser guarda bolivariana do Planalto para atuar contra o crime organizado é um avanço:

“O ministro afirmou também que a segurança pública é um “problema de todos”, e não apenas dos Estados. Ele afirmou ainda o País está “cansado de diagnósticos” quanto ao problema de segurança e da pouca ação efetiva na área.

Moraes destacou que o Brasil é o segundo maior consumidor de cocaína do mundo e o maior consumidor de maconha. Lembrou ainda que o Brasil não fabrica armamento pesado, mas que estes equipamentos são encontrados no Rio de Janeiro e, nos últimos anos, também em São Paulo.

Para solucionar o problema, o ministro afirmou que o governo trabalha na formação de grupos especiais de combate ao tráfico, planejamento de operações e troca de informações de inteligência. “Temos a ideia de fronteiras mais seguras, com um aumento do policiamento ostensivo nas fronteiras. Hoje, temos pouquíssimo policiamento nas fronteiras”, avaliou. (…)

A Força Nacional vai ser utilizada para policiamento ostensivo e preventivo. Mas vamos tentar não desfalcar os estados, que hoje cede um número de policiais para a Força Nacional. Eu redigi e o presidente Temer concordou. O presidente vai editar uma Medida Provisória permitindo que nós chamemos para a Força Nacional policiais com até cinco anos de inatividade, que acabaram de sair. O policial que tem uma aposentadoria especial. Com isso, a gente consegue ampliar o efetivo da Força Nacional, que tem até 1,5 mil policiais. A intenção é que esse efetivo chegue a 15 mil homens e possa focar na segurança das fronteiras. Nada impede que a Força Nacional possa ser usada em emergências”.

Revisado por Maíra Adorno

 

Loading...

4 comentários para “Governo Temer contra o narcotráfico

  1. gabriel

    que piada… a américa do sul toda é composta por narcodemocracias…. intervenção é a única coisa realmente de direita e a única coisa que poderia nos salvar, o resto é mais do mesmo que engana apenas os trouxas…. enquanto isso continuamos com o marxismo cultural na veia!!!!

    Responder
  2. Vajra Prema

    Esse assunto é antigo. O que tem que fazer é mudar o código penal e o código de processo penal. até lá… é só balela…conversa pra boi dormir. Tomara que este governo faça, torcemos. Mas, forças ocultas, eles próprios, conspirando p/ acabar com a Lava Jato, não vejo luz no fundo do túnel, infelizmente. #LulaPreso

    Responder
  3. Marcos Augusto

    Puder adicionar ao texto acima:

    Um governo que decide por voce, eh: Liberal, conservador ou comunista/facista?

    Biblia eh proibida na coreia do norte, e ja foi na russia por exemplo…
    Traficantes vendiam. Traficante == Comerciante.

    Transcrevo o crime:

    _ Criminoso 1: Ola “sr traficante”, vim aqui ateh a sua residencia, pois queria uma da boa, a resumida q da pra esconder melhor.
    _ Criminoso 2: Pois nao, “vai se” 20 real… completa todos os salmo vai querer?
    _ Criminoso 1: Po, faz por 15.
    _ Criminoso 2: A vista ou cartao?

    Dia que morcego doar sangue alguem vai conseguir me explicar COMO ISSO EH CRIME.

    Responder
  4. Marcos Augusto

    Cara, conservadores sempre citam fatos, sabiamente consultam a historia p/ decidir o melhor p/ o futuro.
    Pq raios de diabo com drogas conservador e tao tapado, burro, ignorante e avesso a verdade?

    Caramba, nao falta exemplo!!! Se voce acha que comunista qr legalizar, pq nao legalizou???

    Coloque na balanca, leia com atencao: unico interessado em manter crime eh o trafico!

    Quem vai subir morro p/ comprar se tem perto de casa pra vender?
    E que subam: Pra que alguem vai usar metralhadora? Pra nao pagar imposto?

    E o final: Quem e voce pra me dizer o que eu posso ou nao usar?
    Quem eh voce pra me falar que posso tomar cerveja e nao posso fumar uma maconha?

    PS.: For possivel volto depois pra corrigir acentos… momento to num pc alheio.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *