Gilmar Mendes nomeou chefe jurídico da Odebrecht como assessor DURANTE A LAVA-JATO!

A bomba nuclear que passou despercebida pela imprensa é um furo do centenário Jornal do Brasil. Gilmar Mendes, ministro do STF e presidente do TSE, nomeou o chefe jurídico da Odebrecht como seu assessor durante a Lava-Jato. É inacreditável!

Dentre os pré-candidatos indiretos à presidência, caso a chapa Dilma-Temer seja cassada, Mendes é um dos nomes cotados em Brasília.

No Jornal do Brasil:

“Opositor da Lava Jato e crítico dos mandos e desmandos da operação que investiga o esquema de corrupção envolvendo instituições públicas e empreiteiras na Petrobras, o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, tem em seu gabinete como funcionário um ex-gerente jurídico da Odebrecht, Raphael Marcelino. O ex-funcionário da empreiteira de maior porte envolvida na Lava Jato está trabalhando desde junho do ano passado com Gilmar Mendes, que é também presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Revisado por Maíra Pires @mairamadorno

 

3 comentários para “Gilmar Mendes nomeou chefe jurídico da Odebrecht como assessor DURANTE A LAVA-JATO!

  1. EDSON PEREIRA DA SILVA

    Infelizmente, autoridades de peso dos três poderes, estão envolvidas de uma forma ou de outra, com a corrupção.
    O que fazer diante de um cenário deste?.

    Responder
  2. Yulo

    Gilmar Mendes foi um dos maiores críticos da corrupção durante o julgamento do Mensalão, condenando, sem piedade, todos os que praticaram crime.
    No início da Lava Jato, manteve o mesmo tom nas críticas que fazia a todos aqueles que, de uma forma ou de outra, se locupletaram com dinheiro público.
    Quando a Lava Jato começou a alcançar os políticos, Gilmar Mendes começou a amolecer o coração, mas ainda assim fazia duras críticas à improbidade dos políticos.
    Quando a Lava Jato chegou no coração da Odebrecht e nos calcanhares do PSDB, o coração de Gilmar Mendes derreteu de vez. Preferiu esquecer os crimes em si e passou a criticar o que ele chama de excessos da PF, do MPF e do Juiz Sérgio Moro.
    Agora, sabendo que ele nomeou um Jurídico da Odebrecht para seu assessor, fica a pergunta: será uma mera coincidência?

    Responder
  3. Elias

    Supremo Tribunal do Crime(STC),todos nós já sabemos disso!Não é nenhuma novidade.

    Somente a vontade popular para retirar todos esses vagabundos a força.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *