Folha desdenha economia de até R$ 1,5 bilhão com comissionados do governo

Título da matéria da Folha:

folhaA Folha de São Paulo se acostumou a ser um jornal submisso ao governo federal. Sem fazer valer os milhões que recebe como verba de publicidade do governo, preferiu ao longo dos anos reproduzir a agenda federal em forma de notícia ao invés de produzir reportagens. Uma dessas agendas era dizer que o corte no custeio da máquina com funcionários era “apenas simbólico”. Com isso, o PT inchou cada vez mais o Estado brasileiro com funcionários comissionados, estatais e autarquias inúteis.

aparelhamento

Ilustração: IstoÉ

Agora, sabem de até quanto é a economia que a Folha chama de simbólica com o corte de funcionários comissionados? R$ 1,5 BILHÃO!

A Folha tem todo o direito de querer que o fruto do trabalho dos brasileiros seja tungado em R$ 1,5 bi para sustentar cargos comissionados. A Reaçonaria acha que quanto mais for cortado, melhor!

A eficiência no número de funcionários (inclusive concursados) é simbólico perto do Orçamento? 1 milhão de servidores federais aposentados custam mais que 23 milhões de aposentados do INSS.

Leia também:

Mais de 130 mil apadrinhados sem concurso, os 31 ministérios consomem R$ 214 bilhões só em salários

De cada quatro integrantes do funcionalismo federal, um é filiado a partido político

PT criou 34,6 mil cargos de indicação, há servidor que recebeu R$ 152 mil em um mês!

 

Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *