Folha de São Paulo vira “Folha de São Bernanrdo” por defender (muito) o Lula

Uma piada feita pelo portal O Antagonista no dia de hoje ganhou força nas redes sociais: devido ao desmedido e jamais visto espaço para defender um réu e condenado político que o jornal tem dado a Lula, o jornal foi chamado de “Folha de São Bernanrdo”. A piada faz referência aos muitos erros dos recibos referentes a um aluguel de cobertura vizinha ao do ex-presidente – tudo leva a crer que os documentos não são legítimos. Quem tiver tempo pode fazer um levantamento e constatará que há, na Folha, mais espaço para a defesa de Lula, justificativas contra as acusações, críticas à Lava Jato e aos processos do que espaço para as denúncias propriamente ditas. Isso sem contar na centena de colunistas petistas do jornal. “Nunca antes na história desse país e desse jornal”.

Leiam os posts do Antagonista:

FOLHA DE SÃO BERNANRDO

A Folha de S. Paulo, a partir de agora, vai circular nos dias 31 de junho e 31 de novembro.

Só o jornal, de fato, acredita na autenticidade dos recibos apresentados pela defesa de Lula.

Uma reportagem publicada nesta quinta-feira garante que os erros materiais não invalidam os recibos da cobertura de São Bernanrdo.

 

OS ESPECIALISTAS DA FOLHA DE SÃO BERNANRDO

A Folha de S. Paulo consultou dois especialistas para declarar que erros materiais não invalidam os recibos apresentados por Lula.

O primeiro especialista é o advogado de Renan Calheiros e, curiosamente, considerou inválidas todas as provas da JBS.

O segundo especialista é coordenador do IDP, de Gilmar Mendes, e atacou o juiz Sergio Moro quando Lula foi conduzido coercitivamente para depor.

Na época, ele disse para a própria Folha de S. Paulo:

“Presenciamos um marcante espetáculo de violência e ilegalidade: a condução coercitiva do ex-presidente Lula para depor em inquérito policial para o qual não havia sido intimado”.

O jornal rebatizado já teve até seu logotipo adaptado.

Loading...

Um comentário para “Folha de São Paulo vira “Folha de São Bernanrdo” por defender (muito) o Lula

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *