Folha de São Paulo tem queda brutal em tiragens e não cresce digitalmente

Você, leitor de jornal e consumidor de notícias, consegue ter pena? A Reaçonaria não.

Nota do Instituto Liberal de São Paulo:

As vendas do jornal Folha de São Paulo caíram vertiginosamente nos últimos anos. De acordo com números do Instituto Verificador de Comunicação (IVC) – financiado pelas próprias empresas de mídia para auferir o alcance de cada veículo e informá-lo ao mercado publicitário – a circulação diária média do jornal caiu de 239 mil jornais em dezembro de 2013 para 166 mil em abril de 2016, uma queda de 30% em menos de três anos. A queda na circulação diária média da versão impressa não foi acompanhada por um grande aumento na versão digital do jornal, com a circulação digital subindo apenas 2%, de 134 mil em dezembro de 2014 para 137 mil em abril de 2016.”

Ao invés de gastar dinheiro com Boulos, Duvivier, Safatle e divulgação de release petista, o jornal poderia investir em jornalismo.

As tiragens podem ser conferidas no site do IVC aqui.

Loading...

3 comentários para “Folha de São Paulo tem queda brutal em tiragens e não cresce digitalmente

  1. Geraldo Jorge

    LEITURA
    Não é o favelado que financia campanha p entupir o Congresso de burros inviabilizadores de um sistema educacional harvardiano, mas sim os passionais toupeiras vira-latas que acreditam no deus mercado solucionador absoluto do analfabetismo institucional. Leitura é resultante da EDUCAÇÃO. Mergulhe neste vocábulo. Quem lê é gente, gente é povo, e só se torna quando nele se pensa e por ele se faz!

    Responder
  2. Geraldo Jorge

    Não é o favelado que financia campanha p entupir o Congresso de burros inviabilizadores de um sistema educacional harvardiano, mas sim os toupeiras vira-latas que acreditam no deus mercado solucionador absoluto do analfabetismo institucional. Leitura é resultante da EDUCAÇÃO. Mergulhe neste vocábulo.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *