FATO: Sérgio Moro é muito mais rigoroso que o STF

Não é fácil combater as mentiras que estão sendo usadas contra a Lava Jato como forma de amaciamento da opinião pública, mas nós o fazemos. A de hoje é especialmente repugnante – leiam Reinaldo Azevedo manipula informações para atacar Sérgio Moro. Para desmentir, basta uma comparação rápida.

Delúbio Soares era tesoureiro do PT na época do Mensalão. Foi um dos protagonistas das propinas. Sua pena inicial foi de 8 anos e 11 meses, mas depois foi reduzida para apenas 6 anos e 8 meses. Começou a cumprir a pena no dia 12/11/2012 e em menos de dois anos, no dia 30/09/2014, já estava em prisão domiciliar. E no dia 10/03/2016, teve sua punição extinta pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luis Barroso. Delúbio não ficou nem 2 anos preso e em três anos e meio, o STF já tinha tornado-o um “ficha limpa”.

Já João Vaccari neto era tesoureiro do PT na época do Petrolão. É um petista com menos história que Delúbio. A menor das punições de Vaccari Neto sob Sérgio Moro foi apenas por corrupção passiva, e ele pegou os mesmos 6 anos e 8 meses de Delúbio. Só que João Vaccari Neto também foi condenado em outras três ações. Repetimos nosso post da semana passada:

Tesoureiro do partido na época do esquema do Petrolão, (sua)a mais nova condenação é de 10 anos de prisão.

Esta é a quarta condenação sofrida pelo tesoureiro petista da época do Petrolão. Ele já foi condenado no dia 21/09/2015 a 15 anos e 4 meses de prisão pela ação da 10a fase da Lava Jato nos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro (leiam aqui). Uma outra condenação foi decidida no dia 18/05/2016, é de 9 anos e refere-se a esquema de desvio de dinheiro da diretoria de Serviços e Engenharia da Petrobras em que se envolveram o ex-diretor Renato Duque e o gerente Pedro Barusco (leiam aqui). A condenação mais recente se referia à 21a fase da Lava Jato, foi divulgada no dia 15/09/2016 e por ela ele terá de cumprir 6 anos e 8 meses por corrupção passiva.

Dizer que Sérgio Moro é menos rigoroso do que o STF para punir corruptos é uma forma de atacar o juiz da Lava Jato. Afinal de contas, o STF cada vez mais perde credibilidade junto à população, especialmente por seus juízos políticos. E, como já disse José Nêumanne, “se eu fosse um bandido, eu adoraria ter foro privilegiado. Porque o Supremo Tribunal Federal é muito leniente“.

Revisado por Maíra Pires @mairamacpires

Um comentário para “FATO: Sérgio Moro é muito mais rigoroso que o STF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *