Ex-apresentadora do Fantástico quer ser candidata à Presidência para legalizar drogas e aborto

O site da revista Veja traz hoje uma entrevista com a ex-apresentadora do Fantástico Valéria Monteiro, que agora pretende ser candidata à Presidência em 2018. Ainda sem partido, ela disse já negociar a filiação com cinco legendas.

Falando sobre suas propostas, ela deixa claro que seria uma alternativa esquerdista com certo pragmatismo econômico. Como boa representante da elite boêmia e alucinada do meio artístico, ela pensa em legalizar o aborto e as drogas. Vejam o que ela respondeu sobre suas prioridades:

A principal é a diminuição da desigualdade social. Isso inclui diversos debates sobre educação, meio-ambiente e infraestrutura. Eu não acredito que o aborto seja uma coisa que a mulher queira fazer, que ela opte por ele. Mas, às vezes, a situação impõe a ela essa escolha e acho que a mulher tem todo o direito de escolher o que fazer com o próprio corpo. Com relação à escola sem partido, eu também falo que a escola deve dar aos alunos a capacitação para desenvolver as próprias convicções, e não fazer um doutrinamento partidário. A gente tem que estimular o pensar. A liberação da maconha também tem de ser uma questão bem estudada.

Perguntada sobre seu lugar no espectro político, ela se disse de esquerda:

Eu me considero representante de um centro humanista, ou centro-esquerda, uma esquerda light. Esquerda light por que eu sou avessa a qualquer coisa que seja reacionária, tanto de direita quanto de esquerda.

A revista Veja não perguntou sobre o que ela acha dos 60 mil assassinatos por ano em nosso país, nem o que ela acha da Lava Jato e da prisão de corruptos. Se ela se mostrar um pouquinho que seja amigável à não prisão de políticos, já pode entrar no PT e salvar o partido.

Valéria Monteiro, ex-apresentadora do Fantástico Fotomontagem: Youtube

Loading...

4 comentários para “Ex-apresentadora do Fantástico quer ser candidata à Presidência para legalizar drogas e aborto

  1. Alexandre Sampaio

    Boa sorte para essa comuna do caralho! Aliás, sorte é bobagem. Com Smartmatic na parada, quem sabe Banânia não eleja sua segunda “presidenta” mulher? PQP! Estamos na merda, mesmo!

    Responder
  2. Paulo

    Pelo amor de Deus hein… onde a imprensa brasileira foi parar… isso ai até amante de empresário falido já foi…. qual a importância dela mesmo? Está explicado os motivos de a Abril estar falindo… lixo. Esse pessoal tem certeza que um rosto bonito, banho de loja e um discursinho sem sentido bastam para vencer uma disputa eleitoral. País condenado mesmo…

    Responder

Deixe uma resposta para Paulo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *