EUA usam maior bomba “não-nuclear” em missão no Afeganistão

A CNN acaba de revelar com exclusividade que os Estados Unidos utilizaram-se de uma bomba gigantesca em ataque no Afeganistão. O artefato usado tem o nome de “Massive Ordnance Air Blast Bomb” e também é chamado de MOAB, o que a levou a ser apelidado “Mãe deTodas as Bombas”(Mother Of All Bombs em inglês). A bomba chega a pesar 10 toneladas, vinte vezes o peso de mísseis Tomahawk, utilizados nos ataques à Síria. Ela é tão grande e pesada que precisa ser carregada por um avião cargueiro. Leiam mais sobre a bomba nesse site especializado em armamentos (página em inglês).

Vejam abaixo um modelo do avião que teria transportado a bomba:

Segundo a reportagem, o alvo foi uma região montanhosa repleta de túneis na provícina de Nangarhar. Esta seria a primeira vez que uma bomba dessas proporções foi usada. A bomba foi desenvolvida durante a Guerra no Iraque e é a de maior porte e danos existente, excetuando-se as bombas atômicas.

Revisado por Maíra Pires @mairamacpires

2 comentários para “EUA usam maior bomba “não-nuclear” em missão no Afeganistão

  1. Masa

    MOAB significa “Massive Ordinance Air Blast” e não “Mother Of All Bomb”.
    Os militares identificam essa arma como GBU043, cujo peso é de 22.600 libras (10.300 kg).
    A GBU043 é rotulado incorretamente como a maior bomba convencional do arsenal dos EUA, pois a GBU-57A/B (MOP – Massive Ordnance Penetrator ) de 30.000 libras (14.000 kg), na verdade, é a MAIOR bomba do arsenal americano.

    Responder
  2. Airton Martins

    É um bom pretexto para ser usada na Síria contra Assad, pois não se trata de nenhum artefato proibido por algum tratado e poderia substituir, pelas proporções, vinte mísseis Tomahawk precisando somente duas para destruir qualquer aeroporto militar de Damasco, caso façam pouco caso sobre o uso do gás sarin.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *