Em artigo patético, Temer tenta justificar recuos de seu governo

O presidente Michel Temer (PMDB) consolidou a imagem de ser um líder sem convicção, que faz muito recuos e sem firmeza para lidar com a oposição. Foi assim na educação, foi assim na cultura, foi assim com os sindicatos, foi assim com o funcionalismo público e, quando for instalada a CPI da UNE (que tem tudo para prender os dirigentes da entidade), o governo atuará para que a investigação seja apenas de fachada para não enfrentar grandes manifestações. Assim como foi a CPI dos Crimes Cibernéticos que tinha tudo para prender os responsáveis pelos blogs comprados.

O líder do governo no Senado, Aloysio Nunes (PSDB), teve até que soltar uma nota para desmentir a sua falta de empenho na criação da CPI da UNE.

Os recuos são uma realidade e a comunicação do Planalto tem que lidar com ela. Em uma típica ação de Spin, o presidente Temer publicou um artigo no jornal O Estado de São Paulo atribuindo essa sua imagem de ‘homem frouxo’ a falta de maturidade democrática brasileira. Na verdade, o presidente seria um homem do diálogo, que contrasta com um governo forte e centralizador que o brasileiro, em sua opinião, estaria acostumado.

Todos acompanhamos os recuos do presidente Temer e sabemos que não foram ações de um líder de diálogo, mas de uma pessoa frouxa e sem perspectiva de qual a sua função na liderança do país no momento em que o PT vive os seus piores pesadelos.

Se quiser perder a imagem de frouxo, basta o presidente Temer enfrentar o petismo com ações concretas. A batalha não é só parlamentar, mas também por corações e mentes.

O artigo do presidente pode ser lido na íntegra aqui.

Michel Temer, presidente da República

Michel Temer, presidente da República

Revisado por Maíra Pires @mairamadorno

Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *