Deus nos livre da FEBRABAN!

O colunista Cláudio Humberto noticiou que um dos nomes cogitados para assumir o Ministério da Fazenda é Murilo Portugal, presidente da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN). Outros nomes apontados na coluna são os excelentes Gustavo Franco e Armínio Fraga.

Na última reforma ministerial de Dilma, antes de o impeachment ganhar fôlego, foi aventada (por Lula) a hipótese de se juntar os ministérios da Fazenda e do Planejamento, Orçamento e Gestão. Nesse caso, Henrique Meirelles (PSD, ex-PMDB e ex-PSDB) era cotado para virar ministro. Com um governo Temer, ele volta a ser carta no baralho.

Deus nos livre de Henrique Meirelles, o homem cuja genialidade é atribuída por administrar no BC as reservas decorrentes dos superávits primários do governo Lula!

Luiz Paulo Vellozo Lucas e José Serra, ambos do PSDB, também são nomes que aparecem como ministeriáveis.

Michel Temer ainda terá que buscar nomes fortes para o Tesouro Nacional e o Banco Central se quiser ter um governo de notáveis que dê a devida importância institucional que o Brasil nunca teve.

Fundir a Fazenda com o Planejamento é uma ideia excelente tanto do ponto de vista político como administrativo. Talvez, hoje, o melhor nome para o Planejamento seja Mansueto Almeida, um excelente economista com zero experiência em negociações políticas no Congresso, o que anularia o efeito positivo de sua nomeação. Uma Secretaria Nacional de Planejamento, dentro da Fazenda e sem toda a carga política de um ministério, não seria o mais adequado?

A ‘equipe econômica da oposição’ tem nomes de sobra para compor um governo de união nacional, mas talvez poucos sejam adequados para assumirem ministérios. As secretarias nacionais do núcleo econômico do governo, sob um forte (politicamente e tecnicamente) ministro da Fazenda, são estratégicas.

As últimas declarações públicas dos donos dos maiores bancos do país foram favoráveis a manter o PT no poder e não viabilizar o impeachment. Depois de tudo, vamos entregar a economia para a FEBRABAN? Quem lembra de Joaquim Levy?

Deus nos livre da FEBRABAN!

Lista de Secretarias Nacionais do Ministério da Fazenda:

Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB)

Secretaria de Política Econômica (SPE)

Secretaria de Acompanhamento Econômico (SEAE)

Secretaria do Tesouro Nacional (STN)

Secretaria de Assuntos Internacionais (SAIN)

Subsecretaria para Assuntos Econômicos (SPAE)

Subsecretaria de Gestão Estratégica (SGE)

Subsecretaria de Planejamento, Orçamento e Administração (SPOA)

Lista de Secretarias Nacionais do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão:

Secretaria de Assuntos Internacionais – SEAIN

Secretaria de Gestão – SEGES

Secretaria de Tecnologia da Informação – STI

Secretaria de Orçamento Federal – SOF

Secretaria do Patrimônio da União – SPU

Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratégicos – SPI

Secretaria de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho – SEGRT

Secretaria do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC

Revisado por Maíra Adorno @mairamadorno

Loading...

3 comentários para “Deus nos livre da FEBRABAN!

  1. Carvalho

    Segue sendo difícil essa parte econômica. Ainda não existem pessoas nem consenso sobre as mudanças pra valer o Brasil. Mansueto e. Marcos Lisboa me parecem sérios e honestos, mas seguem presos ao modelo de socialdemocracia. Acham que os pobres precisam ser ajudados pelo governo, e pior, que isso é consenso na sociedade.

    A sociedade nunca discutiu isso claramente. Desde 1988 criou-se esse enorme Estado babá que cresce sem parar. E nunca foi dito aos pobres ( maioria dos brasileiros) que eles mesmos pagam essa conta.

    Vamos ter que ir um passo por vez.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *