DE NOVO: FHC escreve artigo contra ‘onda direitista’

O ex-presidente FHC parece empenhado em manter o progressismo – em seus diferentes tons – como força dominante no debate público do país.

Após fazer um apelo para que PT e PSDB somem forças contra o ‘avanço conservador’ e criticar a ‘onda de direita’, novamente o ex-presidente tratou do tema. Dessa vez, em seu artigo para o Estadão.

Leia também >>> FHC faz apelo para PT e PSDB somarem forças contra o avanço conservador

Leia também >>> FHC dá uma de FHC e critica a ‘onda de direita’

O tucano também parece estar preocupado com um crescimento da direita em seu próprio partido.

Disse FHC, grifos nossos:

A Europa fragmentada, mais ainda depois do Brexit, não é capaz de responder aos desafios da imigração crescente dos desesperados da Terra, nem de outorgar nova legitimidade ao pacto social de pós-guerra que a manteve una e próspera. Como responder aos novos tempos de desemprego e baixo crescimento e evitar a onda direitista e reacionária? (…) 

Cabe ao PSDB responder à vitória reafirmando o social de seu nome e acompanhando as transformações dos valores e da cultura, opondo-se, portanto, às ondas reacionárias não só na Europa, mas também entre nós.”

O ex-presidente FHC, sociólogo, sabe que a direita é a única força capaz de cegar a tesoura que une PT e PSDB.

Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Prisoner of PT

Ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Prisoner of PT

Revisado por Maíra Pires @mairamadorno

 

Loading...

5 comentários para “DE NOVO: FHC escreve artigo contra ‘onda direitista’

  1. Marcelo

    Esse é carta fora do baralho, não mete medo em mais ninguém.
    No mínimo esse traste já tinha dado um tapa no cigarrinho do capeta, quando falou essas asneira. O PSDB tá se achando porque subiu um pouquinho nas últimas eleições, mas não se empolguem muito não, isto aconteceu exatamente porque o povo estava de saco cheio do PT e puxadinhos.

    Responder
  2. Alexandre Sampaio

    São Paulo, 7 de novembro de 2.016

    Finalmente as máscaras começam a cair! THC expõe seu cerne comunista para quem quiser ver. Aguardo texto de Augusto Nunes, Reinaldo Azevedo e tutti quanti, que enchem a boca para zurrar que THC é o maior estadista que esse país já teve. Ah, claro! O que é incomodo, essas línguas de aluguel não denunciam.

    Responder
  3. Leonardo X

    O PT de black tie, que adotou a grife PSDB, é uma legenda, ela sim, “fragmentada” pela ambição de três dos seus líderes, Aécio, Serra e Alckmin. A esses derrotados nas quatro últimas eleições, duas por Lula e outras duas por Dilma, FHC quer substituir como candidato em 2018, para que a
    esquerda se mantenha no poder.Que ele tenha êxito no intento e seja derrotado pelo Brasil que a
    esquerda revolucionária e progressista destruiu. Já passa da hora de que a maioria da população
    tenha um presidente conservador que a represente.

    Responder
  4. Pedro Rocha

    Nada mais autoritário e obviamente esquerdista do que ficar “acompanhando as transformações dos valores e da cultura, opondo-se, portanto, às ondas reacionárias”.

    Stálin, Hitler e Fidel concordariam completamente com essa ideia: se a transformação da cultura lhes agrada eles apoiam, mas se não for de acordo com o que eles querem deve-se opor “às ondas reacionárias”.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *