Ciro Gomes: ‘Mil vezes um Bolsonaro do que um enganador como o Doria’

A declaração do pré-candidato Ciro Gomes (PDT) foi dada em entrevista para o Huffington Post Brasil:

“No seu discurso, o senhor ressaltou que o eleitor não se vê representado. Na sua avaliação, este é o fomentador da onda conservadora que faz que o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), despontem nas pesquisas?

Sou um democrata de verdade, sou um democrata visceral e o que as pessoas veem como uma coisa ruim, eu vejo como uma coisa boa. Se há uma parcela do eleitorado que se afina com o que o Bolsonaro interpreta, representa e diz, essa fração tem todo direito que um democrata deve garantir sem qualquer tipo de queixa de se expressar na política. Evidente que no debate, eu estando presente, vou arrancar muitas máscaras. Esse João Doria se apresentar como não político, ele está esquecido que foi presidente da Embratur no governo do Fernando Collor, ele está esquecido – e eu tenho uma memória implacável – de que a empresa dele vivia de milhões de reais de dinheiro público repassado por correligionários deles, de governo do PSDB. Isso que é não-político? Mil vezes, na minha opinião, um Bolsonaro do que um enganador desse tipo.”

A entrevista completa pode ser conferida aqui.

Revisado por Maíra Pires @mairamacpires

Loading...

7 comentários para “Ciro Gomes: ‘Mil vezes um Bolsonaro do que um enganador como o Doria’

  1. Pedro Rocha

    Lamento dizer, mas a candidatura de Bolsonaro está naufragando a olhos vistos e os ratos já estão fugindo

    Ignorado pelo PP, traído pelo PSC, desprezado pelo PR, preterido pelo PTB (que já se vendeu para o PSDB) e agora novamente traído por um expoente protestante: Silas Malafaia.
    http://m.folha.uol.com.br/poder/2017/03/1867550-malafaia-diz-gostar-da-ideia-do-presidente-joao-doria.shtml?mobile

    Acho melhor Jair Bolsonaro cair na real e apoiar a criação do Partido Militar Brasileiro. Assim, ele poderia junto com seus filhos e aliados fazer uma bancada conservadora de verdade na Câmara em 2019 puxando votos e liberando acesso ao Partido ao Fundo Partidário e à propaganda na TV.

    Com uma bancada “puro sangue” de pelo menos uns 10 deputados, ele deixaria de ser um “exército de um homem só” e teria um GC (grupo de combate) para ampliar sua área de atuação em 2020 (eleições municipais) e chegar bem mais forte em 2022.

    Responder
  2. Zezão

    KKK debate?? Oh Bocó, o que Bolsonaro defende está enraizado profundamente na alma do Brasileiro e de todo o Ser Humano em qualquer País: D”US, Família, Propriedade, Pátria etc…Não precisa debater, basta desmascarar os adversários e confirmar tudo o que o Mito disse até agora. É imbatível, pois são anos de luta desse único Homem contra as forças do mau do esquerdismo internacionalista e das oligarquias no meio político Brasileiro. Se simples assim, porque outros não poderiam se eleger usando os mesmo argumentos?? Simples, é necessária Coragem Moral. Já imaginou lula, temer ou aécio tentando proferir argumentação tal qual o Mito?? A esses miseráveis apenas resta a empulhação. A única maneira de tirar a vitória de Jair em 2018 é usando os salafrários canalhas e bandidos do STF travestidos de juízes que só protegem facínoras , coisa que já estão tentando fazer com a pantomima armada pela feiosa maria do calvário.

    Responder
    • RicardoC

      O tempo dirá quem tem razão.
      Não vou argumentar com vc, dado o nível de fanatismo que demonstra no seu texto.

      Acho que ele deveria sair candidato ao governo do Rio, pois além de ter chances reais na eleição estadual, pode fazer a diferença naquele estado dominado pela bandidagem.

      Eu não tenho herói nem mito.
      A única coisa que eu sei é que a esquerda não pode voltar. Seja como PT ou qualquer outro satélite.
      No momento Ciro Gomes me parece o mais forte por ter apoio das esquerdas e enganar muita gente de centro, com seu discurso demagógico mas assertivo, oq passa um ar de grande pensador.

      Bolsonaro é inviável como candidato a presidente. Tem tanta chance com Marina Silva.

      Por isso eu digo. Não é hora de burra ou disputa fraticida.

      Tem muita gente ingênua que acredita que o impeachment foi um golpe fatal nas esquerdas.

      Não foi.

      Assim como vc tem razão é muita gente defende Deus, família e propriedade, tem igualmente pessoas estúpidas nesse país que defendem o pensamento esquerdista e não querem abrir mão de suas mamatas.

      Responder
  3. RicardoC

    Ele sabe que num debate destruiria Bolsonaro, seja pagando de grande democrata, grande humanista, grande economista ou grande quer coisa…

    Já com Dória ele mostra respeito e um certo medo, pois Dória é bom de debate.

    Dória é um dos poucos que tem culhão pra chamar as coisas pelo seu nome. Lula de bandido, petista de safado, repórter petista de repórter petista…

    Bolsonaro não tem chance alguma pra presidente.
    Devia se candidatar ao governo do rio.

    Se não for viabilizado um candidato logo, e hoje Dória é o melhor nome, podemos nos preparar pra ver Ciro Gomes presidente.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *