Bolsonaro exige que PEN retire ação no STF que beneficiaria presos da Lava Jato

O deputado Jair Bolsonaro, prestes a sair do PSC, fez uma transmissão ao vivo hoje pelo Facebook acompanhada por milhares de pessoas. O depoimento vinha sendo anunciado há alguns dias, o que gerou grande expectativa em sua enorme base de apoiadores.

Quando muitos aguardavam o anúncio oficial de sua ida ao PEN (Partido Ecológico Nacional) e a mudança do nome do partido, Bolsonaro surpreendeu ao impor uma condição: a de que o partido buscasse meios de retirar sua Ação Direta de Constitucionalidade que derrubaria a possibilidade de prisão de condenados em segunda instância. A Ação pede que se retorne ao modelo anterior, em que só poderia ser presa a pessoa cujo julgamento tivesse um “trânsito em julgado”, o que para políticos e milionários significa após apelações e recursos mesmo após sentença do STF.

Bolsonaro explicou como o PEN foi buscado por Kakay, advogado de José Dirceu e Aécio Neves, para entrar com a ação. Lembrou também que o partido foi escolhido pelo multimilionário advogado pelo fato de não ter ninguém nas listas de investigados da Lava Jato.

O tema ganhou importância nos últimos dias pela intensa movimentação política de Gilmar Mendes. O ministro foi um dos que em fevereiro e novembro do ano passado rejeitaram as ações de Kakay e também da OAB (leia aqui). Votaram também pela prisão em segunda instância Edson Fachin, Roberto Barroso, Teori Zavascki, Luiz Fux, Cármen Lúcia. A substituição de Zavascki por um político tucano (Alexandre de Moraes) e as opiniões de Gilmar Mendes tornam possível a reversão deste placar, juntando-se ambos a Dias Toffoli, Lewandowski, Rosa Weber e Celso de Mello.

Bolsonaro enfatizou que não poderia entrar e ser candidato à presidência por um partido que está sendo usado para destruir a Lava Jato.

Pronunciamento ao vivo.O nosso compromisso com o futuro do Brasil.- Link no youtube: https://youtu.be/5HEFQCflOxE

Posted by Jair Messias Bolsonaro on Thursday, August 10, 2017

Bolsonaro em transmissão pelo Facebook

Loading...

2 comentários para “Bolsonaro exige que PEN retire ação no STF que beneficiaria presos da Lava Jato

  1. Isac

    Isso mesmo, Bolsonaro e outra é “BOM QUE O POVO SAIBA QUE HOUVE ELEIÇÕES. OS ELEITORES DE NADA VALEM MAS OS QUE CONTAM OS VOTOS DECIDEM TUDO” – Stálin.
    Urnas com possibilidades de serem manipuladas, senão garantia de fraudes e trapaças – é isso que eles interessam para manter o povo sempre encabrestado esses politiqueiros profissionais em grande maioria, querendo ficarem sempre no poder, uns vagabundos e espertalhões, caso de tantos malandrões dentro do PSDB-PT e noutros Partidecos Comunistas, refinados ladrões e golpistass, em especial!
    Podemos nessa urnas atuais sem comprovante de votos que não inconfiaveis, portanto fraudaveis apenas e simplesmente NÃO VOTAR!
    Nesse caso atual, votar para quê? Leiam de novo o título!

    Responder
  2. Pedro Rocha

    Eu imaginei que haveria essa turbulência por conta desse esquema ao qual o PEN se prestou. Por isso, não me surpreende que os deputados desse partido votaram a favor de Temer impedindo o prosseguimento das investigações.

    Não nutram esperanças vãs. Em vez de quebra-galhos, apoiem a criação de um partido que já nasce como representante da direita: o Partido Militar Brasileiro – PMBR 38.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *