Banco Mundial acredita que ‘reformas’ não dependem da permanência de Temer

As declarações de Otaviano Canuto, diretor-executivo do Banco Mundial e ex-diretor executivo do FMI, foram dadas ao jornal Valor Econômico:

“A minha avaliação, a do Banco Mundial e dos mercados é que hoje a agenda de reformas parece segura. Posso dizer que me parece haver uma coalizão de suporte em relação às reformas para protegê-las da volatilidade política.”

Em seu processo de mimetização do petismo, daqui a pouco o grupo de Michel Temer estará gritando ‘fora, imperialismo!’. O ‘fora, Globo!’ já é uma realidade.

 

 

Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *