Aloysio Nunes diz que Brasil não apoiaria intervenção de Trump na Venezuela

O ministro delatado Aloysio Nunes (PSDB), apegado as suas convicções mais jecas de rapaz latino-americano contra o imperialismo yankee, declarou que não apoiaria uma intervenção militar norte-americana contra o ditador venezuelano Maduro, que prende, tortura e mata a própria população. A declaração foi uma resposta à fala de Trump de que a opção militar na Venezuela não está descartada.

Na cabeça do ministro não devem faltar cacoetes que ele deve considerar rebuscados e que disfarçam sua mentalidade terceiro-mundista, uma mistura de: “nós não somos quintal dos EUA“, “ingerência externa indevida” e “autodeterminação dos povos“.

Deve até considerar que é estratégico no “xadrez global” o governo brasileiro se posicionar contra. Se o presidente Trump reposicionar a Quarta Frota para pressionar a ditadura venezuelana, o chanceler Nunes é capaz de convencer o presidente Temer a soltar nota de repúdio.

O chanceler Aloysio Nunes foi além, em um momento Dilma Rousseff (PT), disse que o nosso caminho é o “da diplomacia, da política, da negociação.” O ditador Maduro deve matar opositores por falta de diálogo.

As semelhanças com Dilma Rousseff não param por aí, assim com a ex-presidente petista foi contra sanções econômicas do Mercosul e da União Europeia contra a Venezuela, o ministro também é contra que o Brasil imponha sanções.

A OEA ainda não condenou o ditador Maduro porque a convocação dos países membros é função do diplomata brasileiro José Machado e o Itamaraty segue com cara de paisagem.

O Itamaraty de porre ataca novamente.

 

Loading...

12 comentários para “Aloysio Nunes diz que Brasil não apoiaria intervenção de Trump na Venezuela

  1. Alberto

    Apoiaremos sim Aloizio de merda vai catar coquinho terroristasinho medíocre vc também vai dar benção pro capeta PR que vc também cairá e será preso seu maldito comunista.tua hora tá chegando selva intervenção militar já

    Responder
  2. Paulo

    E quem é que liga para o que esse saco de bosta destemperado fala? Esse lacaio de comunista, vendido e traidor? Isso ai é a cara do PSDBOSTA, partido lixo, menchevique, sempre carregando mala para os radicais.

    Responder
  3. Deomedes Martins Jr

    E alguém acha que o governo americano está preocupado com opinião de um país de corruptos, subdesenvolvido, qual é a relevância do Brasil na ONU qto a isso , tem menos importância que o Paquistão que tem bomba atômica ,

    Responder
  4. flavia

    se morre Luiz. kkkkkkkkkkkkkkkkk O Trump ta nem ai para o Brasil e sua opinião. kkkkkkkkkkkkkk Traidor da pátria. Esta abrindo a porteira para a destruição desse país através da imigração.

    Responder
  5. Alexandre Sampaio

    Esse terrorista vagabundo deveria estar puxando cana pelos atos terroristas que cometeu anos atrás. Como estamos em Banânia, virou político. Culpa exclusiva dos militares, que deixaram o serviço pela metade.

    Responder
  6. Ingrid Ludewigs

    President Trump…. I really admire your courage. Just take care with North Korea. We hate nuclear weapons… Please keep an eye on your Latin American neighbors, VENEZUELA and BRAZIL. 90% of Brazilian population is against dictator Maduro…GO TRUMP

    Responder
    • Alberto

      Apoiaremos sim Aloizio de merda vai catar coquinho terroristasinho medíocre vc também vai dar benção pro capeta PR que vc também cairá e será preso seu maldito comunista.tua hora tá chegando selva intervenção militar já

      Responder
  7. Raimundo

    Comunista medíocre, nós deveríamos ser a liderança da América do Sul, mas a nossa crise, falência de verdadeiros brasileiros éticos, honestos, patriotas, permite ter um ministro dessa estirpe.

    Responder
  8. Raquel

    Quem é você imbecil, para falar por duzentos milhões de habitantes. O povo brasileiro quer Intervenção dos EUA na Venezuela e no Brasil, já que as forças armadas brasileiras estão omissas.

    Responder
  9. mauro da silva

    Esse cara é um retardado desde quando assunto começa na migração, e passa pelo fato de ignorar que imensa maioria da sociedade brasileira prefere os EUA como sherif das américas, ao invés de Russia, China e eventualmente os árabes.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *