Alexandre de Moraes assume vaga no TSE

Em votação simbólica o ministro Alexandre de Moraes assumiu uma das vagas do STF no TSE como ministro substituto. A vaga era anteriormente ocupada pelo falecido ministro Teori Zavascki.

Na mesma ocasião foi votada  a lista tríplice que o TSE encaminhará para que o presidente Michel Temer escolha o próximo ministro da Corte. Encabeça a lista Tarcísio Vieira, seguido por Sérgio Banhos e Carlos Bastide Horbach.

Este site acredita que ministros indicados por Michel Temer ao TSE devem se declarar impedidos de julgar a cassação da chapa Dilma-Temer e se dedicarem aos outros milhares de casos do Tribunal.

Já escrevemos em nosso site:

“É provável que Temer não corra risco de ser cassado, pois em um cenário em que todos os juízes votem com o relator Herman Benjamin pela cassação, sempre há um Gilmar Mendes aliado para pedir vistas do processo e adiá-lo indefinidamente.

Da mesma maneira que Alexandre de Moraes deve se declarar impedido de julgar tucanos e Michel Temer em casos no STF, a sociedade deve exigir que os ministros indicados pelo presidente ao TSE também se declarem impedidos de julgá-lo.

Não serão os votos dos indicados de Temer que garantirão o fim ou a continuidade de sua presidência. O Planalto já indicou que pretende recorrer ao STF para chegar até o fim em 2018, mas é um descaramento que o réu Michel Temer escolha dois de seus juízes.”

Revisado por Maíra Pires @mairamacpires

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *