Alckmin coloca parceiro de Xico Graziano na secretaria de Meio Ambiente

O governador tucano Geraldo Alckmin trocou, nos últimos dias, seu secretário de Meio Ambiente Ricardo Salles por um político mais esquerdista, ligado ao PV. O que ninguém notou nesta troca é que, mais do que ligado ao PV, o novo secretário do Meio Ambiente é parceiro de Xico Graziano, batedor de bumbo de um movimento ‘Volta, FHC’ que não teve nenhuma repercussão. FHC é o grão-cacique tucano e passará inevitavelmente por ele a martelada final sobre quem será o candidato do partido nas presidenciais de 2018. Já em 2016, Graziano trabalhou com Marta Suplicy e fez parte de um grupo de tucanos que trabalhou contra a candidatura de Doria.

Expoente de um dos mais importantes movimentos de direita surgidos na época do lulismo, o Endireita Brasil, Ricardo Salles pediu sua demissão por ceder a pressões de seu partido e conselheiros de Alckmin. O governador queria deixar seu governo com uma cara mais esquerdista e menos disposta a confrontar as pressões de movimentos comunistas. No início deste mês Ricardo Salles ordenou a retirada do busto de Lamarca de um parque estadual.

No lugar de Ricardo Salles entrou Maurício Brusadin, atualmente no PV e com ligações passadas com Marina Silva. Maurício é diretor de uma empresa de comunicação mantida por ele associado a Xico Graziano, a “EPolitics Graziano”. Em sua página na internet, a empresa promete (grafia original mantida):

Convidamos você para conhecer nossos serviços ligados à política nas redes sociais. Eles podem lhe ajuda-lo  a aprimorar o uso da Internet, capacitando-o para se tornar uma liderança à altura das demandas e dos valores que o Século XXI impôs ao exercício da Política.

Novo secretário de Meio Ambiente de São Paulo é parceiro de secretário de FHC em empresa digital. Clique para ampliar.

A empresa tocada por Graziano e Brusadin se uniu à “ComSchool” e formou uma nova empresa, a “EPoliticSchool“.

Capa da VEJA no governo FHC derrubou a carreira de Xico Graziano

Xico Graziano foi um importante expoente tucano até a revelação de que seria o “Corvo” no governo FHC em caso de grampos de gente do núcleo duro do governo fazê-lo sumir. Ele ressurgiu muitos anos depois graças a José Serra. Já em 2014, Graziano foi o mais aecista dos tucanos paulistas e trabalhou na campanha, o que gerou momentos patéticos – como quando deu vazão a teorias conspiracionistas do PT sobre o acidente que vitimou Eduardo Campos.

Quando começaram a tomar corpo os protestos contra o PT e Dilma, Graziano vocalizava as opiniões de FHC condenando as manifestações e se dizendo contrário ao impeachment. Em 2016 Graziano foi um dos tucanos ligados a FHC e Mattarazzo que se rebelaram contra a vitória de Doria nas primárias do partido. Ele e o agora secretário de Meio Ambiente então foram contratados e auxiliaram a ex-petista e candidata também derrotada Marta Suplicy (leiam aqui).

Mais recentemente ele buscou atenção para si publicando um texto no Estadão pedindo a volta de FHC como solução para a crise de corrupção que se abateu primeiro sobre o PT, atingindo depois o PMDB e o PSDB.

O movimento foi um fiasco. A página criada no Facebook para repercutir a idéia teve impacto mínimo e acabou se dedicando a elogiar o próprio Graziano.Vejam os elogios a si : 1, 2 e 3.

É uma ótima notícia a saída de Ricardo Salles do governo de São Paulo. Quanto mais Alckmin se aproximar de FHC e sabotar a escolha do candidato tucano a 2018, menores os riscos de vermos um tucano como presidente. FHC, Graziano e Maurício só poderão mesmo “lhe ajuda-lo” a ser derrotado.

Loading...

Um comentário para “Alckmin coloca parceiro de Xico Graziano na secretaria de Meio Ambiente

  1. Alexandre Sampaio

    Nada de novo no ninho tucano! Alckmin está preparando a eleição de um petista para o governo do estado de São Paulo. Assim como THC fez durante seu segundo mandato. Tucanos são mais asquerosos que os petistas. Pois petista não esconde que quer te ferrar.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *