Agenda legislativa anti-bandido

A Câmara Federal está debatendo nessa legislatura algumas medidas muito importantes para quem quer ver bandido preso e acuado para que o cidadão honesto ande mais seguro. Vejam abaixo as discussões que você deve se informar e usar para pressionar seus parlamentares:

1 – Redução da Maioridade Penal:

Proposta de Emenda à Constituição, reduziria a maioridade penal de 18 para 16 anos. A proposta não é idelal pois, assim como hoje os criminosos se aproveitam dessa falha legal para usar jovens de 17 anos nos crimes e, em caso de prisão, passar a ele a responsabilidade dos atos mais graves, a nova lei fará com que os criminosos mais jovens se envolvam cada vez mais em crimes mais graves. Ainda assim, é um avanço em relação à legislaçao atual. Veja nesta reportagem que o presidente da Câmara Eduardo Cunha tem se empenhado pessoalmente no tema;

2 – Lei que tipifica o crime de terrorismo:

O Brasil é um dos poucos países de PIB relevante que não tem uma lei específica para qualificar os atos terroristas. Esta proposta de autoria de Onyx Lorenzoni corrige essa falha descrevendo o que seria considerado ato terrorista para, com isso, permitir punições mais graves. Esta lei permitiria enquadrar atos criminosos como aqueles cometidos por grupos armados da esquerda nacional como Black Blocs e MST. Leiam o teor do Projeto de Lei 5773/2013 no site da Câmara. Pelo texto fica claro que seria possível até mesmo qualificar os atos violentos de torcidas organizadas como terrorismo, ou seja, mais um argumento para ser favorável à Lei.

3 – Revisão do Estatuto do Desarmamento:

Comissão especial formada por deputados, visa rever ou mesmo revogar completamente o Estatuto do Desarmamento conforme o PL 3722/12. O deputado Rogério Peninha Mendonça, do PMDB de Santa Catarina, preside a comissão e denunciou a manobra tucana que trocou os dois membros que inicialmente representariam o partido:

A cúpula do PSDB se uniu à do PT para tentar barrar o projeto que revoga o Estatuto do Desarmamento.A liderança…

Posted by Rogério Peninha Mendonça on Quarta, 25 de março de 2015

Após essa mensagem do deputado, cobramos explicações do PSDB no Twitter e obtivemos a seguinte resposta do deputado Marcus Pestana:

Clique na página do MVB para se informar mais sobre a medida.

Um grande avanço

Essa legislatura da Câmara, a primeira em muitos anos que não se submete nem se vende ao PT, aprovou recentemente uma medida muito positiva que aumenta a punição aos marginais que atacarem policiais, agentes de segurança ou seus familiares. A proposta agora vai ao Senado e deve ser sancionada a contragosto pela presidente Dilma ainda antes do meio do ano. PSOL e PT já se manifestaram contra e tentaram de todas as formas barrar a medida, mas não conseguiram.

A aprovação deste projeto foi comemorada até mesmo por Geraldo Alckmin em seu twitter:

Aproveitando que o PT está fraco e o governo Dilma com cara de dias contados, devemos pressionar nossos representantes na Câmara e no Senado para que consigam tocar o Brasil em frente aprovando leis úteis para todos nós. Em nosso Twitter, criamos uma lista para que todos possam seguir, acompanhar as atividades legislativas e cobrar os parlamentares: https://twitter.com/reaconaria/lists/oposi-o.

Loading...

2 comentários para “Agenda legislativa anti-bandido

  1. MARAT

    .
    A história se repete; nós brasileiros repetimos alguns dos erros cometidos entre 1961 e 1964. Seja por negligência, omissão, descaso, invigilância, enfim permitimos a “ameaça vermelha tomar conta novamente do país.”
    .
    Abaixo, pequenos extratos do artigo da revista Seleções do Reader’s Digest, de novembro de 1964.
    .
    Qualquer semelhança com o momento atual, não é mero acaso.

    A Nação Que Se Salvou a Si Mesma

    “O Palco estava completamente armado e determinado o cronograma para a primeira fase da tomada de posse pelos comunistas. Nos calendários dos chefes vermelhos do Brasil a assim como nos de Moscou, Havana e Pequim – as etapas para a conquista do poder estavam marcadas com um círculo vermelho: primeiro o caos; depois, guerra civil; por fim, domínio comunista total.”
    “Havia anos que os vermelhos olhavam com água na boca o grande país, maior que a parte continental dos Estados Unidos e que contém 80 milhões de habitantes, aproximadamente metade da população da América do Sul. Além de imensamente rico em recursos ainda inaproveitados, o Brasil era a enorme chave para todo o continente. Como o Brasil se limita com 10 países – toda a América do Sul, exceto Chile e Equador – seu domínio direto ou indireto pelos comunistas ofereceria excelentes oportunidades para subverter um vizinho após o outro.”…
    “Por fim estava tudo preparado. A inflação piorava dia a dia; a corrupção campeava; havia inquietação por toda parte – condições perfeitas para os objetivos comunistas.”….
    “… o Congresso, cheio de instrumentos comunistas.”…
    “Muitos comunistas disfarçados, “plantados” em ministérios e órgãos governamentais anos antes, tinha conseguido alçar-se até postos-chaves na administração federal. A maioria dos ministérios e repartições públicas estavam guarnecidos de comunistas e simpatizantes a serviço das metas de Moscou.”…
    “O mais sabidamente infiltrado era Ministro da Educação…..”
    “Especialmente mimada pelo Ministério da Educação era a UNE,…”
    “No momento em que Goulart e seus extremistas de esquerda atribuíam todas as dificuldades do Brasil aos “exploradores e sanguessugas norte-americanos”, havia gente no governo metendo as mãos no dinheiro público….”
    “Com renda declarada de menos de 50 milhões de cruzeiros em 1963, Goulart, por exemplo – conforme documentos apreendidos pelo Conselho Nacional de Segurança depois que ele fugiu para o exílio – gastou 236 milhões de cruzeiros somente em suas fazendas de Mato Grosso.
    “Proprietário de terras apenas em São Borja, quando iniciou a sua vida pública, ao abandonar o país em abril passado Goulart era o maior latifundiário do Brasil, possuindo em seu nome mais de 7.700 quilômetros quadrados de terras, uma área quatro vezes e meia superior a do Estado da Guanabara.
    “Além de todas essas velhacarias de alto calibre, que podiam ser documentadas, inúmeros milhões de cruzeiros desapareciam sem deixar rastro no poço sem fundo da corrupção que campeava.”

    Quer ler e/ou baixar cópia do artigo vá em:
    .
    http://anacaoquesesalvou.blogspot.com.br/

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *