ACORDÃO: Michel Temer se mostra preocupado com provável prisão de Lula

Da participação de Michel Temer no programa Roda Viva desta segunda-feira, pouco se pôde aproveitar. No site Teleguiado há uma boa análise do desempenho, assim como no Blog do Josias.

Porém, uma fala do presidente deve ser lida com muito cuidado, parecendo mensagem de gângster codificada. Foi o trecho abaixo:

“O que espero, e acho que seria útil ao país, é que, se houver acusações contra o ex-presidente Lula, que elas sejam processadas com naturalidade. Aí você me pergunta: ‘Se Lula for preso causa problema para o país?’ Acho que causa. Haverá movimentos sociais. E toda vez que você tem um movimento de contestação a uma decisão do Judiciário, pode criar uma instabilidade”

Por que Michel Temer não afirmou que a Justiça deve ser cumprida, independente de pressões sociais e questões econômicas? Como pode um presidente ter medo da prisão de um cidadão? Como pode um presidente se declarar pessoalmente acuado por movimentos sociais comprometidos com um esquema criminoso que afundou o país? Que sinal ele acha que está mandando para os responsáveis pela investigação e pelo julgamento dessas questões? O de que não contam com o apoio da nossa máxima autoridade caso façam cumprir a lei?

A declaração de Temer ocorre em meio a seguidas investidas do Congresso Nacional e na imprensa contra a Lava Jato (leiam “Revista petista sugere acordão entre tucanos e petistas após Serra ser citado em delação da Odebrecht“, “Reinaldo Azevedo ataca Lava Jato e ganha elogio de petistas” e “Reinaldo Azevedo ataca Sérgio Moro novamente“), além de ações políticas que visam unir PT e PSDB (leiam “FHC faz apelo para PT e PSDB somarem forças contra o avanço conservador“).

Michel Temer é um presidente fraco, vacilante e sem base sólida de apoio. Cabe a todos nós pressioná-lo até que recue. E vale lembrar que Michel Temer não é o presidente dos brasileiros que são contra a criminalidade política, mas o presidente que viu os roubos e nada fez até herdar o poder.

temerlula

Revisado por Maíra Pires @mairamadorno

Loading...

4 comentários para “ACORDÃO: Michel Temer se mostra preocupado com provável prisão de Lula

  1. Alexandre Sampaio

    São Paulo, 17 de novembro de 2.016

    Nada mais me surpreende nesse antro! Esperavam qual atitude do vice da terrorista búlgara? Que ele pregasse a prisão imediata do bebum de Garanhuns? Temer, Dilma, Lula, FHC, Serra, Calheiros, mudam os nomes, as merdas são as mesmas! País miserável esse que habitamos. E a tendência é de piorar muito. Basta ver a nova geração que está aí, invadindo, saqueando, consumindo drogas e cometendo homicídios, nas chamadas “ocupações” das escolas! São esses beócios o nosso futuro. Oremos!

    Responder
  2. Leonardo X

    Se juízes forem pautar-se por supostas conveniências políticas para decidirem processos judiciais, os “cidadãos incomuns” – um conceito de Lula sobre José Sarney – passarão a instruir suas defesas
    com estatísticas de popularidade e os chamados movimentos sociais funcionarão como verdadeiros júris populares aparelhados por partidos políticos. É bom para qualquer país que criminosos sejam condenados não importa a cor, sexo, credo religioso ou ideologia política, senhor Presidente.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *